IRPF 2022: Comprovantes de pagamentos de ações trabalhistas estão disponíveis para download

Recibos podem ser obtidos gratuitamente no portal do associado

Todos os recibos dos valores pagos pelo Sindicato, decorrentes de processos trabalhistas coletivos no ano de 2021 estão disponíveis no Portal do Associado (clique aqui para acessar). Os rendimentos oriundos de ações judiciais devem ser incluídos na Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). O prazo para entrega de declarações termina em 29 de abril.

O presidente do Sindicato, Luciano Fetzner, salienta que os pagamentos agora estão sendo efetuados por meio do preenchimento de uma autorização de depósito em conta de titularidade do bancário.

“Por questões de segurança, essa autorização está disponível apenas no espaço virtual do portal do associado. Dessa forma, qualquer bancário filiado ao sindicato pode fazer o donwload dos comprovantes mendiante login na plataforma. É uma facilidade que nós disponibilizamos para ajudar a base com a declaração de IRPF”, destaca Fetzner.

Conforme o diretor Financeiro do Sindicato, Tiago Vasconcellos, a tecnologia tem sido uma importante aliada da categoria quando o assunto é imposto de renda.

“Antes o associado tinha de comparecer ao sindicato para retirar os comprovantes, algo que agora ele pode fazer, com maior comodidade, no conforto de sua casa ou em qualquer lugar em que estiver. Fazer o download dos recibos é rápido, fácil e evita aglomerações, o que contribui para a redução dos riscos à saúde de todos(as)”, enfatiza o diretor sindical

A Diretora Jurídica do Sindicato, Simoni Medeiros, salienta a importância do sindicato na defesa do trabalhador. “Fomos vitoriosos em grandes ações e esses valores recebidos são resultado da persistência do sindicato na boa luta, buscando incansavelmente a defesa da categoria”, avalia.

Com objetivo de auxiliar na confecção da sua declaração de Imposto de Renda, seguem as seguintes orientações:

Qual é o valor a ser declarado
É o valor líquido recebido no depósito, conforme recibo;

Qual o número de meses a ser declarado?
Este número pode ser conferido no recibo de pagamento;

Em qual campo da Declaração o valor deverá ser lançado?
Nos “Rendimentos recebidos acumuladamente”. Indicar tributação exclusiva na fonte;

Qual CNPJ deverá constar como fonte pagadora?
O CNPJ do Banco;

Atenção: O mês de recebimento é importante para o preenchimento.

Por fim, a Assessoria Jurídica do Sindicato informa que as orientações acima são apenas norteadoras e que para maior detalhamento, o Sindicato orienta buscar assessoria contábil.

Fonte: SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER