Intervenção do Sindicato garante instalação de ar condicionado em agência do Bradesco

As altas temperaturas do verão em Porto Alegre, que dão a cidade o apelido de “Forno Alegre” não parecem sensibilizar muitos gerentes e diretores de agências bancárias ao sofrimento de funcionários e clientes. Por isto mesmo, o SindBancários tem agido pontualmente nesta questão, como no dia 29 de dezembro último, quando diretores sindicais constaram que o Bradesco Navegantes estava funcionando sem ar condicionado. A temperatura chegava a 27,7º na agência (foto abaixo), chegando a 31,9º na sala dos servidores e a 32º no BDN. “Não havia condições de trabalho, com as pessoas passando mal dentro do banco”, conta o sindicalista Luiz Gustavo Soares, que solicitou o fechamento da agência e a presença do gerente regional para solucionar a situação.

IMG-20170118-WA0004TemperaturaWEB

 

O gerente regional esteve no local e constatou o problema. Assim conseguimos manter a agência – onde trabalham cerca de 30 colegas – fechada no período. E agora foram provisoriamente instalados aparelhos de ar condicionado portátil, até a colocação do sistema definitivo”, complementa Luiz Soares, que estava acompanhado pelos sindicalistas Gerson Reis e Daniel José Mendes, da Fetrafi-RS.

Santander Farrapos

IMG-20170118-WA0001(1)

Também a agência do Santander localizada na Avenida Farrapos, em Porto Alegre, foi visitada pelos diretores do Sindicato na última semana de 2016. Luiz Soares relata que além de não ter ar condicionado, havia só um banheiro para uso de todos os funcionários. “Foi fundamental a nossa intervenção, pois neste último dia 15 de janeiro, finalmente, o banco começou as obras de reforma da agência”, informa o sindicalista. “Enquanto os bancos não se conscientizarem de que é preciso dar tratamento humano aos bancários e clientes, estaremos intervindo e exigindo providências”, complementa Soares.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER