Ibarama, na Região Central, tem duas agências bancárias assaltadas

Agências do Sicredi e Banrisul foram atacadas na terça-feira, com feitura de reféns e cordão humano

Duas agências bancárias em Ibarama, no Vale do Rio Pardo, foram atacadas por sete criminosos no início da tarde da terça-feira, 03/12. Foram assaltados o Banrisul e a agência do Sicredi local, numa ação classificada pela polícia como “Novo Cangaço”, com uso de reféns e formação de um cordão humano de vítimas em frente ao local dos ataques. As agências, na Rua Júlio Bridi, Centro de Ibarama – cidade com 4,5 mil habitantes, na Região Central do estado – foram assaltadas após os criminosos atirarem para o alto, no meio da rua, para amedrontar os moradores.

Reféns

Enquanto era formado um cordão humano em frente às agências, alguns dos criminosos invadiram os bancos, ameaçaram os funcionários e roubaram os valores. Na fuga, em dois carros, eles levaram reféns – sendo que uma das vítimas foi amarrada do lado de fora de um dos veículos, para evitar que a Polícia atirasse. Os reféns foram liberados na saída da cidade e os criminosos escaparam, com a informação de que alguns assaltantes estariam escondidos na mata da região.

Reivindicação dos trabalhadores

Conforme dados da Secretaria de Segurança do Estado, neste ano teria havido queda no número de ataques a bancos, na ordem de 34% nas ocorrências em relação a 2018, passando de 153 casos para 100. O governo atribui a redução destes índices a “ações de inteligência” da Polícia Civil e à criação de dois novos batalhões de choque, com ingresso de dois mil novos brigadianos. O reforço no policiamento em cidades do Interior, os concursos e nomeações de novos policiais e outros funcionários públicos têm sido uma demanda permanente da sociedade gaúcha e sempre reivindicados pelo SindBancários e Fetrafi-RS.

 

Fonte: Site G1, Correio do Povo e ZH, com foto Divulgação/Brigada Militar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER