Humor com irreverência e crítica social

Jornal Brasil de Fato lança edição histórica em homenagem aos 50 anos de fundação do Pasquim, jornal que marcou época como resistência à Ditadura Militar

A irreverência tomou conta do Brasil de Fato na sua histórica edição de Humor, lançada oficialmente na última sexta-feira, 20/12, no Espaço 900, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, com a presença da equipe do jornal, chargistas, jornalistas, professores, advogados, artistas, representantes de movimentos sociais e dirigentes sindicais, como o secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr, e a presidente do Sindicato dos Jornalistas do RS, Vera Daisy Barcellos. A edição é também uma homenagem aos 50 anos de fundação do saudoso Pasquim, que marcou a resistência à ditadura militar.

Em suas 20 páginas, quatro são dedicadas à entrevista com o maior cronista vivo do Brasil, Luis Fernando Veríssimo, que também prestigiou o lançamento. Ele soltou o verbo e falou de Bolsonaro, seus filhos, seu ministério inacreditável, seu condomínio barra pesada, mídia, terra plana, redes sociais, militares, Deus, sexo e muito mais.

O jornal também traz uma linha do tempo que percorre a longa jornada do país noite adentro. São mais quatro páginas, ilustradas com cartuns, mostrando o assalto ao poder pela direita ensaiado desde o Mensalão, passando pelo golpe de 2016, a exclusão de Lula da disputa presidencial de 2018 e a eleição de Bolsonaro.

A edição vem recheada também com o Bolsonário e o Diciomoro, o consultório sentimental da Mãe Milícia e páginas temáticas onde o processo de destruição nacional, em várias frentes, está documentado com textos e charges, entre outras.

O Brasil de Fato Humor resulta de uma parceria entre a edição gaúcha e a Grafar, a Grafistas Associados do RS, uma entidade que reúne craques do humor gráfico gaúcho e brasileiro.

Para essa edição, a Grafar, além de convocar o seu supertime, chamou feras do cartum de todo o país, entre eles Laerte, Jota Camelo, Latuff. Tornou-se um mutirão do riso com veia crítica.

O lançamento foi encerrado com a apresentação musical do grupo Unamérica.

Clique aqui para ler o Brasil de Fato Humor

O que você vai encontrar nesta edição:

VERISSIMO | O maior cronista brasileiro vivo em quatro páginas respondendo a 40 perguntas afiadas com respostas não menos afiadas. Na sua mais longa entrevista, Veríssimo fala sobre esquerda, militares, democracia, Deus, sexo e, principalmente, sobre a mescla de loucura, burrice e violência vigente na Esplanada dos Ministérios e que se espalhou pelo país. Sempre com humor crítico e refinado.

O POÇO SEM FUNDO | Também em quatro páginas, uma linha do tempo explica como fomos, cada vez mais e em meio a tantas arapucas, mergulhando no abismo atual. Vai do Mensalão à ascensão da ultradireita de Bolsonaro. Tudo ilustrado, passo a passo, pelos maiores cartunistas do Brasil.

RADIOGRAFIA | Cinco páginas radiografam a gestão Bolsonaro na economia, meio- ambiente, direitos humanos e outros campos, com textos e cartuns.

BOLSONÁRIO | O primeiro dicionário do bolsonarismo, ambiente no qual as palavras passam a ser escritas e pronunciadas de maneira bizarra ou perdem totalmente seu significado original. Aprovado pela ABL, a Academia Brasileira de Laranjas.

DESMANCHE | Na Oficina de Desmanche do Seu Jair, a comparação entre as oficinas de desmanche de carros espalhadas pelo país e a devastação e desmembramento do Brasil. Tudo com fartas ilustrações das feras do cartum nacional.

DICIOMORO | Outro dicionário. Aqui um punhado de frases que Sergio Moro não disse mas que poderia perfeitamente ter dito.

MÃE MILÍCIA | A vidente que usa bola de cristal plana, faz arminha e carrega metralhadora manda bala nos clientes de seu consultório sentimental.

CONDOMÍNIO | Uma crônica de Verissimo descreve de modo hilariante o condomínio onde vive a família Bolsonaro e seus amigos barra pesadíssima.

CARTAS | Nesta seção, notáveis figuras como Adolf Hitler e Olavo de Carvalho dirigem-se ao jornal para espinafrá-lo.

PERDÃO, LEITORES | Num final apoteótico, os editores se desculpam perante seu leitorado por não terem tido tempo e páginas para esculhambar segmentos e figuras que tem a cara do Brasil atual.

Fotos: Fabiana Reinholtz

Fonte: CUT-RS com Brasil de Fato

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER