Gol de placa no campo da solidariedade

Por conta da pandemia do novo coronavírus, boleiros bancários das equipes União FC, Santander FC, Bradesco FC, Bradesco Gravataí, Itaú SA e Metropol construíram uma rede de solidariedade online para ajudar as pessoas mais necessitadas

O fenômeno futebolístico da categoria bancária, Victorio Santi, da equipe do Itaú, revelou que a ideia faiscou em sua cabeça quando se deu conta de “que tem muita gente querendo ajudar e não sabe como”.

Ele lembrou que os bancários têm um histórico de solidariedade e participação em favor do bem-estar coletivo.  Assim, tabelou solitariamente que seria necessário união, atitude, ações de ajuda, realizar algo maior, se juntar e tocar a bola da solidariedade. Nesta batida, decidiu contatar os colegas dos outros times dos bancários e a ideia prosperou. “Todos abraçaram a causa de forma imediata”, comemorou.

O craque do Bradesco, Thiago Freitas, funcionário do Bradesco, se juntou de primeira. “Diante do momento atual, não tínhamos como ficar alheio a crítica situação de saúde pública”.

Ele lembra que diante a tantos ditos e não ditos, os bancários sempre estiveram na linha de frente do atendimento. Por isso, acentua, acabam vivenciando na pele as dificuldades dos clientes e da população em geral, que buscam nas agências as soluções de tantos problemas gerados pela pandemia. “O momento é muito grave. Nós, bancários, não temos como ficar alheios a esta situação”, considerou Thiago.

O diretor de Esporte, Cultura e Lazer do SindBancários, Gerson Reis, aplaudiu a iniciativa dos boleiros da categoria. “Ações positivas, atitudes e iniciativas arrojadas só fortalecem a categoria bancária e sua entidade de classe. Estamos juntos, na tabela e nas divididas da luta e da solidariedade”, frisou.

 

Já o presidente, Everton Gimenis, ao tomar ciência da ação dos boleiros, se comoveu e marejou as vistas ao declarar que “se alguém me perguntasse o endereço da solidariedade, eu bateria de primeira: no coração”.

Os recursos arrecadados estão sendo utilizados na compra de cestas básicas nos pequenos estabelecimentos e distribuídas às famílias carentes, as principais vítimas da calamidade imposta pelo avanço do coronavírus na Capital gaúcha.

Como ajudar

> A orientação é fazer contato pelo e-mail: f[email protected]

> Buscar as lideranças de cada equipe de futebol, preferencialmente nas páginas do Facebook e Instagram, onde estão disponibilizados os procedimentos para contribuições e adesões ao movimento de solidariedade.

 

Procure nas redes sociais

 

Bradesco FC

Instagram 

Facebook

 

Bradesco Gravataí

Facebook

 

Santander FC

Instagram

 

Crédito fotos: Jackson Zanini

Texto: Moah Sousa/Imprensa SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER