Funcef retoma convênio com INSS e Fenae busca retorno de margem consignável

Participantes estão sufocados com contribuições extraordinárias e reivindicação se faz urgente

A Fundação dos Economiários Federais (Funcef) anunciou, na segunda quinzena de setembro, que está acertando os detalhes da assinatura da renovação do convênio com o INSS. No final de agosto, as certidões solicitadas pelo INSS à Funcef foram entregues à Previdência Social, em atendimento às exigências da Instrução Normativa (IN) 115/2021, que definiu as regras para assinatura deste tipo de convênio com o Instituto. A documentação segue em análise no INSS.

Credplan

“Ao invés da Funcef assinar a renovação do contrato, é de extrema urgência que se faça o reestabelecimento da margem consignável do Credplan”, pontuou Fabiana Matheus, diretora de Saúde e Previdência da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae).

De acordo com a dirigente, os participantes estão sufocados com as contribuições extraordinárias, por isso, a reivindicação se faz necessária e urgente. “Já que só falta a assinatura do contrato, por que não se restabelece a margem do consignável imediatamente?”, destacou Fabiana.

Por solicitação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Funcef cadastrou empregados, como usuários no ambiente da DATAPREV (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência), para que possam homologar a rotina que viabilizará a operacionalização do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) em negociação. De acordo com a Funcef, as tratativas objetivam continuar a permitir que o pagamento de benefícios do INSS possa ser efetuado pela Fundação no dia 20 de cada mês, junto com os pagamentos dos planos de benefícios.

Fontes: Funcef, Fenae e Edição de Imprensa de SindBancários. Foto: Arquivo SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER