Financiários lutam pela reabertura das negociações da Campanha Salarial 2020

Silêncio e intransigência da Fenacrefi, gera insegurança à categoria e prejudica produtividade

Frente ao longo silêncio e a intransigência da Fenacrefi, Comissão de Organização dos Financiários e a Contraf-CUT voltam a cobrar o reinício das negociações da Campanha Nacional 2020. No distante dia 10 de junho, foi enviada a pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho. Entretanto, houve apenas uma reunião, em 3 de julho, quando a Fenacrefi acenou com a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por dois anos e marcou uma nova reunião para o dia 10/07 – que foi cancelada junto com o pedido de suspensão temporária das negociações.

Carta de princípios

No dia 02 deste mês de setembro, as entidades enviaram um ofício à Fenacrefi com pedido de reabertura. Já na semana passada, o coletivo se reuniu para elaborar uma carta de princípios para encaminhar à federação das financeiras, com a cobrança de retomada das negociações. “Os trabalhadores em financeiras estão muito apreensivos, sem saber o que pensar. Eles escutam muito boatos e ficam inseguros, o que afeta gravemente a produtividade e a saúde deles. Queremos resolver isso o quanto antes e da melhor maneira possível”, afirmou Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Financiários. “Exigimos a retomada das negociações, com a avaliação sobre os pontos de pauta apresentada pelos trabalhadores. Aguardamos proposta decente e que não reduza nenhum direito dos trabalhadores”, completou.

Fonte: Contraf-CUT com Edição de Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER