Financiários cobram proposta oficial da Fenacrefi

Após debate na sexta-feira, 18, o Coletivo dos Financiários e Contraf vão elaborar uma Carta de Princípios e enviar a Fenacrefi

O Coletivo Nacional de Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) se reuniu nesta sexta-feira, 18, para debater sobre a Campanha Nacional do segmento e cobrar proposta oficial da Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) para o próximos dias.

“A maioria das financeiras é controlada pelos grandes bancos de nosso país. E, sabemos, não apenas pelo setor empresarial bancário, mas também o segmento das financeiras é altamente lucrativo. Seja em momentos de crise, seja em momentos de calmaria socioeconômica. Por isso, já avisamos para que não nos seja enviada uma proposta que rebaixe os direitos e os rendimentos da categoria”, disse o coordenador do Coletivo, Jair Alves. “Esperamos que não seja preciso, mas estamos prontos para lutarmos em defesa dos trabalhadores financiários”, completou.

Carta de princípios

A partir do debate realizado na sexta-feira, a Contraf-CUT vai elaborar uma carta de princípios para encaminhar à Fenacrefi, com a cobrança de retomada das negociações.

Assim que as financeiras enviarem uma proposta para a Contraf-CUT, o Coletivo Nacional de Financiários será convocado para debater sobre a proposta.

Fonte: Contraf-CUT e Fenacredi.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER