Filme “Escola sem Mordaça” discute liberdade e censura, em debate no CineBancários

Exibição será seguida de conversa com diretor do documentário, numa promoção da Frente Gaúcha Escola sem Mordaça

Os limites entre a chamada “doutrinação” política, e a abordagem livre e crítica de temas como política e cidadania, no âmbito escolar, são o tema central do documentário “Escola sem Censura”, produzido por Rodrigo Duque Estrada e dirigido Ricardo Severo, que foi lançado em Pelotas, no final do ano passado. O filme será exibido no CineBancários, seguido de debate com o diretor da obra, numa atividade da Frente Gaúcha Escola sem Mordaça, das 19h às 21h30 da  segunda-feira, 08/07. Não é necessário inscrição prévia.

O doc, com cerca de uma hora de duração, mostra a perspectiva da maioria dos professores em relação ao projeto – que está em discussão no Câmara Federal e no Senado – que já sentem seu impacto sobre a docência, mesmo sem ser sancionado. E discute os rumos sombrios que a educação pode tomar caso o projeto vire lei e ganhe abrangência. “Tais projetos são inconstitucionais e buscam produzir uma escola sem reflexão crítica sobre a realidade, impedir a formação para a cidadania e a liberdade de expressão no exercício profissional, incentivando a delação anônima de professores por estudantes e familiares, e a coação por meio de notificações extrajudiciais”, informa o material da Frente Gaúcha Escola sem Mordaça, que promove o encontro.

O CineBancários tem capacidade para 82 espectadores e fica na Casa dos Bancários (Rua Gen. Câmara, 424, Centro Histórico de Porto Alegre).

Outras informações pelo e-mail [email protected]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER