Festival Ambiental POA 2021 vai refletir sobre a cidade que queremos

SindBancários vai participar do evento deste sábado 27/11 com doação livros    

Neste sábado, 27/11, das 10h às 19h, acontece no Parque Marinha do Brasil (entre Nestor Ludwig e Padre Cacique) o Festival Ambiental POA 2021.

Organizado pela Associação Mães e Pais pela Democracia, em parceria com diversos coletivos, o Festival vai refletir sobre a Porto Alegre ambiental que queremos. Todas as atividades são gratuitas, sem inscrição prévia e por ordem de chegada. A programação prevê diálogos abertos, exposições, palestras, oficinas, feira de produtos sustentáveis e lançamento de livros sobre a temática. O SindBancários vai participar do festival doando livros editados pelo sindicato como as oficinas literárias Alcy Cheuiche e a história do SindBancários em quadrinhos.

Segundo os organizadores, todos os protocolos sanitários serão cumpridos (máscara obrigatória, distanciamento, álcool em gel) e será solicitado passaporte vacinal para as oficinas.

Carta Compromisso

A programação também prevê uma plenária para a construção de uma “carta compromisso com a POA ambiental que queremos”. A carta proposta pelas entidades organizadoras vai trazer um posicionamento contrário aos projetos de modificação dos regimes urbanísticos do Centro de Porto Alegre (PLCE 023/2021), da Zona Sul, para viabilizar a construção de torres ao lado do estádio Beira Rio (PLCE 04/2019), da Fazenda Arado Velho em Belém Novo. O projeto reduz a Zona Rural para autorizar loteamentos em área ambientalmente sensível (PLCE 024/2021), bem como qualquer projeto de lei ou ação governamental que fira direitos humanos, direitos socioambientais e direitos relacionados a participação popular obrigatória e qualificada nos processos e discussões que envolvam a cidade, em especial àqueles que afetam os povos originários e quilombolas.

Confira a programação completa do Festival

Início – 10h – 12h

1 – Diálogos Abertos e Exposições

1.1 Grupo Viveiros Comunitários (GVC) – projeto de extensão UFRGS

Descrição: Banca de exposição sobre a flora nativa sua importância e seus usos, compartilhamento dos trabalhos do grupo através da mostra mudas de espécies nativas, materiais de divulgação, cartilhas, sementes entre outros. A estrutura necessária será uma banca ou mesa para expor nossos materiais.

Responsável: Maria Luiza Berto Figueira

1.2 Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais-InGá

Descrição: Mostra ambiental (exposição de trabalhos escolares e acadêmicos)

Responsável: Paulo Brack

1.3 Ação de carimbos – Zona VP – Vila dos Papeleiros

Descrição: Propomos a realização de uma ação que envolve carimbos disponíveis para serem usados pelas pessoas no local. Esses carimbos trazem frases que evidenciam as lutas pelo direito ao trabalho de papeleiros e papeleiras de Porto Alegre: lixo na rua não tem dono, doe seu lixo reciclável a um catador. Ao longo do dia estaremos no Festival carimbando papéis, muros, madeiras e corpos como uma ação que percorre o evento. Por que o carimbo? Porque a prática se dá em uma camada fina de tinta que produz impressão, mas o mínimo de uso de recursos.

Responsável: Cristiano Sant´Anna

1.4 Projeto ENIGMA Colégio de Aplicação UFRGS

Descrição: Exposição de lixo eletrônico e coleta de doações de lixo eletrônico.

Responsável: Clevi Rapkiewicz

1.5 Programa Macacos Urbanos UFRGS

Descrição: Exposição de material educativo e de divulgação do projeto

Responsável: Márcia Jardim

 

2 – Palestras Ambientais

2.1 Laboratório de Políticas Públicas e Sociais

Tema: Hortas comunitárias e Murais. Relato da experiência em Poa.

Público: adulto

Responsável: Marcelo Sgarbossa

2.2 Projeto ENIGMA – Colégio de Aplicação UFRGS

Tema: Impactos ambientais do lixo eletrônico

Público: geral

Responsável: Clevi Rapkiewicz

12h-13h – Entrega de Marmitas (previsão: 50) – Misturaí

13h-16h

3 – Oficinas

3.1 Oficina de reciclagem com Mara Reolon e Misturando Arte (completar)

Descrição:

Tempo: 30 min

Público: geral

3.2 Oficina de sementes e fabricação de kokedamas com Onatah Kokedamas, InGá e Marilda Mena Barreto 

Descrição: flores cultivadas em kokedama, uma técnica japonesa em que a planta vive sem vasos, com a terra envolvida por musgo. Montagem de bombas de sementes usando composto orgânico, argila, água e sementes e montagem de kokedamas usando composto orgânico, musgo e mudas de ervas medicinais, flores  e temperos. (falta parte do Paulo B.)

Tempo: 30 min

Público: geral

3.3 Oficina Morada Sustentável – BICIMÁQUINA com Leandro Nunes dos Santos

Descrição: Demonstração de uma máquina de lavar roupa movida a pedal, também gerando energia. Espaço: 3mX3m.

Tempo: 1hora

Público: geral

3.4 Oficina Debug – Projeto ENIGMA – Colégio de Aplicação UFRGS com Clevi Rapkiewicz

Descrição: oficina Debug (desmontar mouses e teclados e construir um bug)

Tempo: 30 min

Público: geral

3.5 Oficina de Cartografia Crítica com Cristina Ribas

Descrição: lançamento e demonstração do mapa guapuruvus e proposição de desenho, espaço e dados para novas cartografias críticas

Tempo: 30 min

Público: geral

16h-18h – Plenária com Entidades – Carta-compromisso com a cidade ambiental (contra: Plano Diretor, Torres, Arado, etc.)

Fala inicial dos indígenas presentes

Homenagens – 10 homenageados

17h45 – Início com Meditação Luminosa: energia positiva para o Guaíba com Agapan e Instituto Zen Maitreya (20 min)

18h-19h

Diálogo e Sessão de Autógrafos do livro Do Lixo à Bixo – Alexandro Cardoso

Descrição: morador da Vila Cai Cai, Alex catador, muito conhecido pelo seu trabalho de referência na ASCAT de Porto Alegre fala sobre a “cultura dos estudos e o tripé de sustentação da vida”.

Público: geral

Exposição e sessão de autógrafos do livro “Nóstureza – poesias sobre a natureza de aprendizagem da criança”. 

Descrição: Pôster e canecas com o tema infâncias e ecologia. Palestra “A natureza da criança- a aprendizagem física, cognitiva, emocional e espiritual em ressonância com o bem viver”. por Fernanda Poletto. Lançamento do livro Nóstureza por Fernanda Poletto.

Público: crianças/adultos

Lançamento de publicação do projeto de extensão “Práticas Urbanas Emergentes”, Faculdade de Arquitetura/UFRGS, Martina Lersh e Bruno Mello

Descrição: registro da luta do MTST, da Vila Nazaré e da Povo Sem Medo

Público: geral

Lançamento de publicação do Campo á Cidade – Amigos da Terra e MTST – Fernando Campos Costa, Claudia Ávila e Eduardo Osório

Descrição: histórias de luta pelo direito dos povos à terra e à vida

Público: geral

 

4 – Shows (2)

  • Josué Krug (abertura)
  • Rafuagi (principal)

Relação completa de entidades organizadoras

  • Agapan
  • Amigos da Terra Brasil
  • Associação Cultural Vila Flores 
  • Associação Mães e Pais pela Democracia
  • Coletivo Ambiente crítico 
  • Coluna Vermelha – Torcedores e torcedoras antifascistas do Inter
  • FNL
  • Ingá
  • Movimento Preserva Arado
  • Movimento Preserva Belém Novo
  • MTST
  • Programa Macacos Urbanos/UFRGS
  • Quilombo Lemos

CONTATO: Aline Kerber – (51) 99363-7965

Texto: Manoela Frade com informações da Associação Mães e Pais pela Democracia 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER