Fenae cobra rapidez nas 500 contratações de pessoal anunciadas pela Caixa

Federação lembra que o número está longe de repor o quadro de pessoas necessário.. Atualmente, o déficit da Caixa é de cerca de 19 mil trabalhadores

A recente notícia da contratação de 500 empregados para a Caixa foi uma surpresa. Diante de uma possível recomposição do quadro de pessoal, a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e dos movimentos sindicais e associativos solicitaram rapidez nas contratações e o cumprimento da promessa feita pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Atualmente, o déficit de empregados no maior banco pública da América Latina é de mais de 19 mil trabalhadores. A queda começou em 2014, quando o banco passou de 101,5 mil empregados para pouco mais de 84 mil no 3º trimestre de 2020. A falta dos trabalhadores sobrecarrega os empregados que estão na ativa e ainda compromete o atendimento à população. O presidente da Fenae, Sergio Takemoto, aponta o contrataste da empresa que pretende contratar 500 trabalhadores, mas abre um Programa de Demissão Voluntária para sete mil empregados.

PDV é contraditório

“Precisamos de mais empregados, urgentemente. A Caixa perdeu quase 20 mil trabalhadores nos últimos 10 anos e não houve reposição de vagas, até o momento. Então esse número ainda é muito pouco para suprir a carência de pessoal nas unidades do bando em todo o país”, acrescenta.

Segundo o Blog do Servidor, do Correio Braziliense , dos mais de 30 mil aprovados no concurso público de 2014, menos de 10% foram convocados para o trabalho. E a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) têm cobrando intensamente a imediata contratação de empregados para melhorar as condições de trabalho e o atendimento à população.

Metas desumanas

“O que temos cobrado da Caixa é o respeito aos empregados, que têm vivido no dia a dia das unidades um alto nível de carga horária, com condições precárias e submetidos à pressão constante para obtenção de resultados por meio de metas desumanas”, afirmou a coordenadora da CEE/Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt.

Fonte: Imprensa SindBancários com Fenae e Correio Brasiliense

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER