Fenaban é informada sobre fim das negociações da PLR do HSBC

A partir de agora, as entidades sindicais podem ingressar com medidas jurídicas a fim de restabelecer o direito desta parcela dos trabalhadores

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou um ofício para a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na última quinta-feira, 26, para informar que, após a incorporação das operações do HSBC no Brasil pelo Bradesco, em 2016, foram pautadas negociações com o novo controlador para resolução da pendência de pagamento da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) dos funcionários da instituição inglesa.

As representações dos bancários apresentaram a pauta junto aos representantes do Bradesco e, após diversas as tentativas de acordo, as negociações se deram por frustradas. O comunicado atende a cláusula 67 da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), sobre priorização da Negociação Coletiva.

Intransigência do Bradesco

“Esta é uma medida legal, prevista na convenção, para que a partir de agora, dada a intransigência dos representantes da direção do Bradesco, os sindicatos e federações possam ingressar com medidas jurídicas a fim de restabelecer o direito desta parcela dos trabalhadores”, explicou Magaly Fagundes, coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados. “A decisão compete às entidades, como ficou definido na última reunião da COE”, completou ao se referir ao encontro do dia 19 de agosto.

Fonte: COE/Bradesco e Contraf-CUT, com Edição de Imprensa SindBancários. Ilustração: Contraf-CUT

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER