Famurs pede suspensão da PEC 280 na Assembleia Legislativa

Entidade que representa todos os 497 municípios do estado critica pressa para vender Banrisul, Corsan e Procergs e cobra transparência e diálogo do governo do Estado

A luta em defesa do Banrisul, Procergs e Corsan públicos ganhou aliado de peso na quarta-feira, 31/3. A Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs) publicou nota pedindo o fim da tramitação da PEC 280/2019 na Assembleia Legislativa.

A nota, assinada pelo presidente da Famurs, Emanuel Hassen de Jesus, é dura. O texto, aprovado em assembleia, critica o governo do estado e cobra diálogo e transparência a respeito das intenções de venda da Corsan.

“Mais uma vez, o Governo do Estado falha com os municípios. Anuncia a privatização da CORSAN, empresa lucrativa, sem qualquer diálogo prévio com os 317 municípios que possuem contratos com a empresa. Sem os municípios, não existe CORSAN. São os municípios que detém o direito à água e ao esgoto. Portanto, o destino da CORSAN não pode ser decidido sem participação dos municípios”, diz a nota.

Leia aqui a íntegra da nota da Famurs.

A Famurs representa os 497 municípios do Estado e faz esse pedido um dia depois de o SindBancários e a Fetrafi-RS iniciarem uma campanha de defesa do direito de o povo gaúcho decidir, por plebiscito, os destinos de suas empresas públicas.

Acesse aqui o site Dialoga e envie seu pedido de votar contra a PEC 280 aos(às) deputados(as) estaduais gaúchos(as). 

É o que sinaliza também outro trecho da nota da Famurs. “Não abrimos mão do nosso direito de participar para decidir, coletivamente, junto com a Assembleia Legislativa, Governo do Estado e sociedade gaúcha, qual o melhor caminho para um bem fundamental como a água do povo gaúcho”, prossegue a nota.

A Famurs cobrou também o “diálogo verdadeiro” e questionou o motivo da pressa em tramitar a PEC 280/2019.

“Queremos e devemos opinar, participar e construir. Privatizada ou não, é fato que ela deve e pode melhorar. Assim, até que este diálogo seja realizado e o projeto apresentado com clareza e transparência, solicitamos ao Governo do Estado e à Assembleia Legislativa do RS a suspensão da tramitação da PEC que extingue o plebiscito. É preciso diálogo verdadeiro. É preciso transparência. É preciso clareza. Qual é o projeto? Por que a pressa?”

Lembrando que, nesta quinta-feira, 1º/4, a partir das 9h, a PEC 280/2019 terá seu mérito avaliado por deputados(as) estaduais integrantes da Comissão de Segurança e Serviços Públicos.

Assista à integra da sessão e pressione os deputados na página oficial do SindBancários no facebook. 

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER