Entrevista – Paulo Correa e as imagens da negritude em exposição na Casa dos Bancários

Já está aberta à visitação, tanto dos bancários quanto do público em geral, a mostra fotográfica “Reflexos das Raízes Africanas”, no espaço de exposições do SindBancários, no Centro Histórico de Porto Alegre. A iniciativa, que reúne 33 fotos em tamanho A-3, a maioria a cores, de autoria do artista plástico e fotógrafo Paulo Correa, está inserida na programação da Semana da Consciência Negra. “Este material é resultado de um ano de trabalho junto a debates da comunidade negra, encontros musicais e culturais, caminhadas, feiras afro”, explica Paulo, 51 anos de idade.

Desenhista e pintor

Natural de Pelotas, mas há sete anos vivendo na Capital do estado, ele relata: “Comecei com o desenho e a pintura ainda jovem. Meu pai era pintor automotivo, e desde cedo tive contato com as tintas, o que me facilitou expressar nas artes plásticas as questões e lutas dos negros. Há uns sete ou oito anos atrás comprei uma máquina fotográfica para registrar minhas telas e esculturas, e terminei descobrindo mais um meio de expressão artística e social”, sintetiza.

Vítima de um acidente de moto no qual perdeu o braço esquerdo, em 2002, hoje desenvolveu ainda mais habilidade com a mão direita. E também ampliou seu foco, retratando fotograficamente outros setores marginalizados da sociedade brasileira, como as comunidades indígenas, ciganas e a periferia.

Ministério da Cultura

Seu trabalho obteve reconhecimento e ele informa que hoje é membro do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC), do Ministério da Cultura. “Isto me orgulha porque representa também uma valorização do negro na nossa sociedade, que ainda é muito discriminadora”, destaca.  Como artista plástico, já expôs no Chile e Alemanha, além do Brasil. Paulo Correa também é autor das fotos de dois livros antropológicos e artísticos: “O segredo da fundição” (sobre escultura em metal) e “Arqueologia do caminho”, um percurso da cultura negra em Porto Alegre.

Programação da Semana da Consciência Negra

141116webseeb-8431

14/11 –Segunda-feira – 18:00 hs – Palestra e debate sobre “Saúde dos afro- descendentes” – sede do Cpers/Sindicato (Av. Alberto Bins, 480, Centro Histórico de Porto Alegre).

16/11 – Quarta-feira – as 18:00hs Palestra do coordenador do Movimento Quilombista, Mestre Pernambuco, no Auditório do SindBancários.

16/11 – 19:30 – Apresentação musical: “Contando a Verdade, Cantando a História”. Dentro do mesmo evento, haverá o Lançamento de CDs, com as músicas da apresentação. – Salão de Eventos do SindBancários.

17/11 – Quinta Feira – 19:00 – Estreia Nacional do filme “Menino 23” na Sala de Cinema do CineBancários, seguida de “Cinedebate”.

18/11 – Das 10:00 hs às 16:00 hs – Apresentação de esquetes teatrais em agências dos bancos BB, CEF, Banrisul, Itaú, Bradesco e Santander, sobre a “Invisibilidade Negra no Ramo Financeiro”.

18/11 – 18:00 hs – Debate, com duração de 3 horas sobre “A Evolução do Samba e do Carnaval a Partir da Ancestralidade da Religião de Matriz Africana” – sede da Fetrafi-RS (Rua Fernando Machado, 820, Centro Histórico de Porto Alegre)

18/11 – 21:00 hs – Roda de Samba com Leandro de Menor (compositor e Sambista / Quintal do Pagodinho)  – duração 1:30 hs.  Ainda está prevista no horário a realização de Oficina de Confecção de Indumentária Afro. Também na sede da Fetrafi-RS.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER

Luciano Fetzner Barcellos
(Banrisul)
PRESIDENTE

Tags

Filiado à Fetrafi/RS, Contraf/CUT e CUT
Rua General Câmara, 424-Centro / CEP:90010-230 /
Fone: 51-34331200

Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil

Categorias

Categorias

Categorias