Entenda o trabalho voluntário do Santander, realizado nas agências com hora marcada

trabalho sábados santander
Banco espanhol quer bancários trabalhando aos sábados, nas dependências do banco, sem a necessidade de pagar horas-extras

Há poucas atividades mais gratificantes do que trabalhos voluntários. Ajudar quem tem pouco, ter a oportunidade de fazer a diferença em uma comunidade e realizar atividades que não fazem parte do dia-a-dia…

Mas para o bilionário Santander, atender clientes no sábado de manhã, com hora e dia marcado, também é trabalho voluntário. Na segunda, 8/04, dirigentes sindicais de todo o Rio Grande do Sul estiveram reunidos com a superintendente de Relações Sindicais do Santander, Fabiana Silva Ribeiro, e a Superintendente Regional Luciane Erbetta, para debater demandas dos funcionários. O polêmico curso de Educação Financeira, com trabalho voluntário realizado pelos bancários aos sábados, acabou ocupando boa parte dos debates.

As dirigentes do Santander acabaram sendo questionadas sobre os planos do banco e se mostraram surpreendidas pelos questionamentos, por entender que trabalho voluntário é sempre positivo. Mas será que o trabalho proposto pelo Santander é voluntário mesmo?

Trabalho aos sábados no Santader

O ponto que mais chama atenção é que o voluntariado não vai ser realizado em uma escola ou instituição que necessita de ajuda voluntária. Mas na própria agência do Santander, banco que lucrou R$ 12 bilhões apenas em 2018. Depois, que os funcionários vão realizar tal voluntariado para seu próprio empregador.

O trabalho voluntário ainda tem hora para começar e terminar: no sábado, das 9h às 12h. Por fim, causa estanheza que os bancários vão precisar utilizar as mesmas habilidades financeiras para qual foram contratados pelo banco. Normalmente, quem faz trabalho voluntário busca desenvolver uma atividade diferente daquela que costuma realizar no dia-a-dia, como forma de recreação e desestressar.

“Por mais que as representantes do banco demonstrem boa vontade com o projeto e digam que é uma iniciativa solidária e altruísta, sabemos que muitos bancários vão se sentir coagidos a participar, pois é o próprio empregador quem está chamando. Depois, há toda uma questão de ‘prestar atendimento’. Se um cliente estiver usando o caixa e tiver algum problema, se o bancário for ajudar, estará trabalhando. Se ele se comprometer a participar, poderá faltar? Se for voluntário, não há qualquer compromisso em aparecer no sábado de manhã, mesmo dizendo que vai”, avalia o representante dos gaúchos na Comissão de Organização da Empresa (COE) do Santander e diretor de Financeiras e Terceirizadas do SindBancários, Luiz Carlos Cassemiro.

trabalho voluntario santander sábados
Trabalho voluntário foi tema de reunião com diretoras do Santander

O que diz a direção do banco espanhol

Segundo as representantes do banco, o programa de Educação Financeira deve ser desenvolvido em caráter piloto, em 29 agências do Brasil, e deve durar cerca de 2 meses. Pelo que o SindBancários apurou, uma unidade de Porto Alegre foi selecionada e está localizada próxima ao parque da Redenção, local muito utilizado pela população nos horários de folga e lazer, como sábados pela manhã.

Nenhum funcionário será pressionado a participar e, segundo as superintendentes, não vai influenciar nas promoções dos bancários, por mais que as diretoras tenham apontado dificuldades em fiscalizar isso. Também garantiu que as agências não abrirão sem vigilantes e seguranças e que o sistema ficará bloqueado, de forma que os bancários não conseguirão fazer nenhuma operação.

O projeto de educação financeira seria apenas uma experiência a ser avaliada posteriormente. Porém, o banco não revela o que vai ser avaliado.

Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER