Encontro dos Banrisulenses define campanha salarial e defesa do banco público

A defesa do Banrisul público e a participação efetiva dos trabalhadores nas mobilizações convocadas pelos sindicatos e Federação durante a Campanha Salarial foram os dois principais temas em debate durante o 23º Encontro Nacional dos Banrisulenses. O evento foi realizado durante todo o último sábado, 18/07, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre, com a presença de mais de 500 delegados e delegadas, vindos de todas as regiões do estado.

Carlos Augusto Rocha, diretor da Fetrafi-RS, destacou que a defesa do banco público é hoje uma das principais bandeiras da categoria e do movimento sindical. “Queremos impedir que o Banrisul seja privatizado total ou mesmo parcialmente”, afirmou. Ele lembrou que correm o risco de serem repassados à iniciativa privada tanto a seguradora quanto o Banrisul Cartões.

Pressão sobre os trabalhadores

O presidente do SindBancários, Everton Gimenis, questionou as medidas do governo estadual, que visam preparar várias empresas estatais para a privatização. “A defesa do Banco como empresa pública é também um dos principais desafios da Campanha Salarial deste ano”, alertou. Para Gimenis, os banrisulenses não devem aceitar que a atual gestão pressione os trabalhadores, reduzindo o número de caixas ou através de outras formas de gestão que implicam na precarização das condições de trabalho.

Já o diretor da Contraf/CUT, Mauro Salles, defendeu a participação efetiva dos colegas do Banrisul em todas as atividades da Campanha. O dirigente também observou que a concretização dos últimos acordos aditivos só foi possível devido às grandes greves realizadas pelos trabalhadores do Banrisul, que obrigaram a diretoria anterior a negociar de maneira efetiva. Ele lembrou ainda, que antes de 2010, não havia sequer a negociação do aditivo.

Vanguarda dos banrisulenses

Denise Corrêa, diretora da Fetrafi-RS, ressaltou o papel de vanguarda dos banrisulenses na Campanha Salarial. Ela enfatizou ainda a necessidade de uma pauta específica, que contemple as diversidades e expectativas do quadro de trabalhadores do banco.

Apoio político

Também marcaram presença no encontro o presidente da CUT/RS, Claudir Nespolo, a vereadora de Porto Alegre, Fernanda Melchionna (PSOL) e o deputado estadual Adão Villaverde (PT).

Fonte: Fetrafi-RS

 

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER