Empregados da Caixa recebem valores referentes ao dia 28 de abril, de greve geral, através de ação da Fetrafi-RS

Na última sexta-feira, 27/10, vários empregados da Caixa no Rio Grande do Sul foram surpreendidos com um inesperado depósito em suas contas. Mas como dinheiro não cai do céu, havia uma explicação, diretamente ligada a mobilização dos trabalhadores, que através da Fetrafi-RS, ingressaram com ação judicial para reparar a arbitrariedade da Caixa. Explicando: os valores são referentes à decisão judicial, favorável aos empregados, promulgada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4a Região (RTOrd 0020572-39.2017.5.04.0003 A) – ação referente à greve geral do dia 28/04.

Na verdade, este depósito reforça nossa visão de que a greve geral do dia 28/04 foi justa, o que terminou sendo confirmado pela Justiça do Trabalho, que julgou procedente a desmarcação de falta não justificada (FNJ), naquele dia, restabelecendo o justo direito dos empregados da Caixa”, conforme explicou o diretor da Contraf-CUT e representante do RS na CEE/Caixa, Gilmar Aguirre.

Reflexos das faltas

Mas estamos atentos ao cumprimento do acordado em mesa de negociação, dia 26/10, referente a retirada de todas os reflexos das FNJs relativos às três greves gerais deste ano, que poderiam prejudicar a vida funcional destes trabalhadores”, completou Aguirre.

Nenhum direito a menos

Porém, o representante sindical alerta de que, mais do que nunca, é fundamental mantermos a unidade em defesa dos bancos públicos e da Caixa Econômica Fe4deral. Aguirre faz questão de lembrar: “Nenhum direito a menos. Só a luta nos garante!”.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER