Em dia sem policiamento ostensivo, diretoria do Banrisul ignora a segurança dos Banrisulenses

Por conta da falta de policiamento ostensivo, decorrente do aquartelamento da Brigada Militar em protesto contra o parcelamento de seus salários, o SindBancários e Fetrafi-RS entraram com uma ação contra a abertura das agências bancárias. No domingo, a juíza concedeu liminar favorável aos bancários. Apesar do Banrisul ter sido notificado pela justiça, resolveu descumprir a liminar e abrir as agências de qualquer jeito.

Ao longo de toda a segunda-feira, dirigentes do SindBancários percorreram as agências de todos o bancos que estavam abertas, entregando notificações para gerentes. Por volta das 14h, dirigentes do SindBancários e da Fetrafi-RS, foram à sala da presidência do Banrisul, no quarto andar da DG, para entregar a notificação de descumprimento diretamente ao presidente Luiz Gonzaga Veras Mota. Enquanto aguardavam ser chamados para a reunião, viram o presidente passar rapidamente pelos sindicalistas sem cumprimentar ninguém.

Para surpresa dos dirigentes, quem apareceu para receber a notificação não foi o presidente do Banrisul, mas a Diretora Administrativa acompanhada por funcionários da assessoria jurídica. Cabe a reflexão: se o presidente do Banrisul manda os funcionários abrir as agências em dia de falta de policiamento ostensivo, então ele não tem medo de assaltantes. Entretanto, age como se tivesse medo de representantes dos bancários, que são funcionários do Banrisul.

banri_notifica_2_web

“Estamos diante de uma crise fabricada. O governador do Estado, o senhor Sartori, cria um caos desproporcional. Se isenta da responsabilidade pelo desgoverno e pelo desmanche do Estado. Quando o Sindicato age no sentido de preservar integridade física dos colegas, o presidente do Banrisul faz o mesmo que o governador que o indicou: se esconde e nem recebe os dirigentes. Mas saibam que serão responsabilizados por qualquer violência que um bancário do Banrisul sofrer mesmo quando estiver voltando para casa”, diz o secretário-geral do Sindicato e funcionário do Banrisul, Luciano Fetzner.

Também receberam os dirigentes sindicais o gerente executivo do núcleo trabalhista e previdenciário da assessoria jurídica, Paulo Henrique Pinto da Silva, e a gerente executiva da assessoria jurídica, Miriam Borges.

Irresponsável e sem escrúpulo

“Faz mais de 100 dias que a diretoria do Banrisul não atende à reivindicação do SindBancários e da Fetrafi-RS para um encontro de debates sobre várias questões. Esperávamos que, diante de uma crise, de caos na segurança, de cortes de pagamentos do funcionalismo público, a diretoria do banco fosse ter um pouco de sensibilidade e nos atender. Mas faltou sensibilidade ao presidente do banco. Isso revela descaso com os colegas”, disse a diretora da Fetrafi-RS, Denise Falkenberg Corrêa.

notifica_banri_web_03082015

O que devemos entender de mais essa atitude do banco é a velha máxima que o governador José Ivo Sartori cunhou no discurso de posse da atual diretoria em 16 de abril deste ano. O governador queria que o Banrisul não tivesse “escrúpulos”. Escrúpulo ao banco e ao governador nós sabemos que faltava. Apenas não podíamos esperar que o desgoverno Sartori tornaria a diretoria irresponsável e sem escrúpulos com a segurança dos Banrisulenses. A vida dos Banrisulenses não é brincadeira!

Crédito fotos: Roberto Vinicius

Fonte: Imprensa SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER