Discriminação racial no mercado de trabalho vira campanha nacional da Contraf-CUT

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) vai lançar nesta quarta-feira, 18/10, uma Campanha Nacional de Combate à Discriminação Racial. Com o lema “Não é preciso ser para sentir”, a campanha visa alertar a categoria e a população em geral sobre a discriminação não apenas racial, mas a de gênero, a praticada contra pessoas com deficiência (PCDs) e contra lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis (LGBTs). O lançamento acontecerá no auditório da Contraf-CUT (Rua Líbero Badaró, 158, Centro( em São Paulo, a partir das 15h.

Realidade nacional

​No Brasil, 54% da população se reconhece como afrodescendente, segundo dados do IBGE. Mesmo sendo maioria na sociedade brasileira, esse grupo social ainda sofre discriminação no país. Uma pesquisa realizada pela Consultoria Etnus com 200 negros, entre 18 anos e 50 anos, de diferentes classes sociais, mostrou que 60% deles já foram vítimas de racismo no trabalho e 67% acreditam terem deixado de ser contratados por causa da cor da pele.

Presença pequena na categoria

Embora tenha aumentado a contratação de afrodescendentes pelas instituições financeiras, ainda é pequena a presença deles na categoria. Eles representam apenas 24,7% dos bancários no Brasil, segundo o II Censo da Diversidade Bancárias, realizado no setor em 2014. Quando consideradas apenas as mulheres negras, a discriminação fica ainda mais evidente: elas representam somente 11% da categoria e detêm os piores salários.

Os dados acima não deixam dúvida de que a mesma discriminação existente na sociedade também ocorre no sistema financeiro. Mais do que isso, deixa claro que ainda há muito a avançar em termos de igualdade de oportunidades sem distinção de raça em todos espaços da sociedade e de ascensão profissional dos negros, ainda mais em um cenário de tentativa de retirada de direitos trabalhistas e previdenciários, em plena onda conservadora.

Campanha Nacional

O secretário de Combate ao Racismo da Contraf-CUT, Almir Aguiar, o coordenador do Coletivo de Combate ao Racismo do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Júlio Santos, e a arquiteta e urbanista, escritora e colunista do portal jurídico Justificando, Joice Berth, falarão sobre o tema no programa Momento Bancário com a Presidenta nesta terça-feira (17), ao vivo, às 18h, pelo site e pelas redes sociais do Sindicato de SP.

Participe
Dúvidas ou comentários já podem ser encaminhados para [email protected], pelo
facebook e twitter com a hashtag #mbemdebate.

Fonte: Contraf-CUT, com informações do SPBancário

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER