Direção da Fenae entrega denúncia sobre venda de subsidiárias da Caixa

Encontro em SP reuniu lideranças do serviço público mobilizadas contra PEC 32, da privatista Reforma Administrativa de Bolsonaro

Nesta quinta-feira, 07/10, o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sergio Takemoto, entregou ao ex-presidente Lula e a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, um material de alerta sobre a venda de subsidiárias Caixa. O encontro reuniu em São Paulo diversas lideranças do serviço público para reforçar a mobilização contra a PEC 32. Atualmente aguardando a votação no Plenário da Câmara dos Deputados, a Reforma Administrativa foi aprovada na Comissão Especial no dia 23 de setembro, após diversas mudanças no projeto e tensão entre os parlamentares.

Empregados: ameaça a direitos 

Para os empregados da Caixa, a Reforma Administrativa atinge direitos históricos como a proibição da concessão de estabilidade ou proteção no emprego por meio de negociação coletiva e individual.

Contra desiguldade social

Presente no encontro, a coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados Caixa (CEE/Caixa), Fabiana Uehara reforçou a importância da Caixa e dos bancos públicos. “O que é público é para todos. O que é privado é para alguns. Os bancos públicos são necessários para diminuir a desigualdade desse pais”, afirmou.

Fonte: Fenae, com Edição de Imprensa SindBancários. Foto: Divulgação/Fenae.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER