“Dê lembranças a todos” mostra genialidade de Caymmi no CineBancários

Documentário sobre a obra do grande compositor baiano será exibido a partir do dia 25 de abril

Retratar uma personalidade com a grandeza singular de Dorival Caymmi é um grande desafio. Cantor, compositor, violonista, pintor, o baiano é uma presença viva na cultura brasileira e na memória de qualquer pessoa que ouviu seus versos e melodias inesquecíveis. Um dos maiores gênios da MPB, influência para a Bossa Nova e o Tropicalismo. Pois este poeta que exaltou o mar e a natureza em várias canções, é tema do documentário “Dê Lembranças a Todos”, dirigido pelos irmãos Fábio e Thiago Di Fiore e produzido pela Contém Conteúdo, que será exibido no CineBancários a partir do dia 25/04. O documentário levou cerca de quatro anos para ser produzido, tendo seu início em 2014, ano de centenário de Dorival.

Simples e sofisticado

Depoimentos marcantes de familiares – como seus filhos Nana, Dori e Danilo Caymmi, e sua irmã Dinahir Caymmi, amigos e grandes artistas do cenário brasileiro, como Maria Bethânia, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Ângela Maria, Bibi Ferreira, Paulo Jobim, Hermínio Bello de Carvalho, pesquisadores da música brasileira como Ricardo Cravo Albin, Jairo Severiano, Sergio Cabral – antigas entrevistas, fotografias e imagens de época constroem o cenário e as histórias vividas por Caymmi. Com imagens atuais de Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, o filme procura mostrar a influência da natureza e das “pequenas coisas da vida” na construção de suas canções. Seja em “O Mar”, “O Vento”, “Maracangalha” ou em “O que é que a baiana tem”, sua obra é a expressão de um artista como poucos, com a maestria para fazer algo simples, mas ao mesmo tempo sofisticado.

Os bons amigos

O documentário aborda alguns encontros importantes para a cultura brasileira, como a relação de amizade entre Caymmi, o escritor Jorge Amado e o artista plástico Carybé, fato importante para a evolução artística de cada um deles. Outro trio importante para a cultura brasileira, também homenageado e que faz parte da trajetória de Dorival, é Carmen Miranda, Tom Jobim, Vinicius de Moraes. O filme conta também com cenários animados do artista gráfico gaúcho Eloar Guazzelli Filho, compondo visualmente a música História de Pescadores, grande clássico de Dorival Caymmi.

Exibido inicialmente em 2018 no 10º Festival In-Edit Brasil, onde recebeu menção honrosa do júri, o filme participou do XIV Panorama Internacional Coisa de Cinema de Salvador e da Mostra Retrospectiva/Expectativa da Fundação Joaquim Nabuco em Recife. No circuito comercial o filme foi exibido em Salvador, Recife e Maceió e entra em cartaz, a partir do dia 18/04, em novas cidades como Porto Alegre, São Paulo, Vitória, Manaus, Aracaju, aproveitando o aniversário de 105 anos de Dorival Caymmi no dia 30/04.

Álbum digital

A produtora em parceria com Danilo Caymmi, músico compositor, filho de Dorival, lançou o álbum digital Dê Lembranças a Todos, contendo a trilha sonora do filme. São 30 músicas gravadas entre 1955 e 1996. A seleção apresenta grande parte das canções de Caymmi, já que a obra do compositor é grande em qualidade, mas não em quantidade, totalizando pouco mais de 100 músicas finalizadas entre os anos 1930 e 1990. Em um período onde a velocidade da informação e o sucesso a qualquer custo parecem prevalecer, Dê Lembranças a Todos é um convite para refletir sobre o tempo, a natureza e a amizade.

Na trilha, sucessos de Dorival – Acontece que eu sou baiano (1944), É Doce morrer no mar (1941), João Valentão (1953), Maracangalha (1956), Marina (1947), O vento (1949), Oração de Mãe Menininha (1972), Saudade de Itapoã (1948), Só louco (1955) e Vatapá (1942).

Ficha Técnica

Brasil I 2018 I Documentário I 73 min.

Trailer:  http://bit.ly/traileroficialcaymmi

Dê Lembranças a Todos – Dorival Caymmi BRASIL

Uma produção: Contém Conteúdo

Direção: Fábio Di Fiore e Thiago Di Fiore

Distribuidora: Maff Duração: 73 minutos

Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse: Dorival Caymmi, em toda carreira, criou pouco mais de 100 canções. O suficiente para se tornar um dos maiores compositores da música popular brasileira. Seu estilo é único: letras simples e uma batida de violão que ninguém copia. Um artista por essência, expressava o que via na própria vida não só através da música, mas também do desenho e da pintura. De sua infância aos dias de hoje, o documentário traça a trajetória da vida de um dos fundadores da música popular brasileira.

Elenco: Dorival Caymmi, Dinahir Caymmi, Danilo Caymmi, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Paulo Jobim, Angela Maria, Jards Macalé, Hermínio Bello de Carvalho, Bibi Ferreira, Paloma Amado, Solange Carybé, Nana Caymmi, Dori Caymmi, Jairo Severiano, Ricardo Cravo Albin, Georgiana de Moraes e Maria de Moraes

HORÁRIOS DE 25 DE ABRIL A 01 DE MAIO (não há sessões nas segundas-feiras):

25 de abril:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

26 de abril:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

Dia 27 de abril:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

Dia 28 de abril:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

Dia 30 de abril:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

Dia 01 de maio:

15h- LOS SILENCIOS + CURTA: kAIRO

17h – CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS

19h – DÊ LEMBRANÇAS A TODOS – DORIVAL CAYMMI

Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 12,00 na bilheteria do cinema ou no site ingresso.com . Idosos, estudantes, bancários sindicalizados, jornalistas sindicalizados,portadores de ID Jovem e pessoas com deficiência pagam R$ 6,00. Aceitamos Banricompras, Visa, MasterCard e Elo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER