Criminosos explodem agência do Banco do Brasil no Vale do Rio Pardo

Criminosos, armados de fuzis, fizeram um homem refém, que depois foi liberado na estrada

Utilizando explosivos, um grupo de pelo menos cinco criminosos atacou a agência do Banco do Brasil, na Rua Papa João XXIII, no Centro de Pantano Grande, no Vale do Rio Pardo, por volta das 2h desta quinta-feira, 21/02. Na fuga, os assaltantes – todos armados de fuzis – levaram como refém um morador que na hora trafegava de carro pelo local. O refém foi liberado mais adiante, na altura de Encruzilhada do Sul.

A Brigada Militar (BM) faz buscas pelos criminosos. A perícia vai determinar se alguma quantia foi levada do banco.

Estatística do medo

Pelo levantamento realizado pelo SindBancários, a partir de fatos divulgados pela imprensa e relatos dos trabalhadores dos bancos, este é o sexto ataque a agências bancárias no mês de fevereiro. Acompanhamento dos ataques a bancos (registrado pelo Sindicato desde 2006), demonstra que enquanto o número absoluto de assaltos a bancos em 2019 está menor do que no mesmo período do ano passado, observa-se um crescimento e maior especialização dos assaltantes no uso de explosivos.

Fevereiro de 2019:
1. Dia 02: Banco do Brasil (Fontoura Xavier). Quatro assaltantes usam explosivos para arrombar caixas eletrônicos.
2, 3. Dia 08: Banrisul e Banco do Brasil (Ibirubá). Criminosos usam explosivos para invadir agências, trocam tiros com a Brigada e fogem fazendo morador de refém.
4. Dia 15: Banrisul (Tunas). Cinco assaltantes bem armados explodem agência, atiram contra BM e fogem após explosão de caixas eletrônicos.
5. Dia 17: Banco do Brasil (Porto Alegre). Tentativa de arrombamento de caixa eletrônico.

6. Dia 21: Banco do Brasil (Pantano Grande). Pelo menos cinco criminosos explodem agência do BB, fazem refém e fogem após o ataque. O refém é solto na estrada.

Fonte: Imprensa SindBancários com informações da Rádio Guaíba e Portal Arauto

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER