Criminoso morre em troca de tiros com vigilante em assalto a banco em Uruguaiana

Na madrugada desta quinta-feira, 03/03, a Polícia Civil prendeu na BR-290, altura de Rosário do Sul, em dois veículos, nove suspeitos de participarem da tentativa de assalto à agência do Itaú em Uruguaiana, na tarde de quarta-feira, 02. A prisão dos criminosos, que rumavam no sentido da Capital, contou com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal. Na quarta-feira, um membro da quadrilha invadiu a agência bancária armado, para render os vigilantes, que teriam reagido, trocando tiros e causando a morte do criminoso. Os demais haviam fugido, após disparar várias vezes para dentro do banco com uma submetralhadora, mas ninguém ficou ferido.

Conforme a Polícia Civil, o grupo de meliantes já estava sendo monitorado. Após a prisão na estrada, a quadrilha foi levada a Delegacia de Furtos, Roubos e Capturas e posteriormente encaminhada a Penitenciária Modulada de Uruguaiana. “Não resta dúvida que este grupo é o mesmo que tentou assaltar o banco em Uruguaiana, agora resta identificar a participação de cada um no crime”, disse o delegado titular da especializada, Adriano Linhares.

Precarização da segurança pública

Para o presidente do SindBancários, o grande crescimento no número de ataques a caixas e agências bancárias, em todo o Rio Grande do Sul, tem relação direta com a precarização da segurança pública do estado no governo Sartori. “Além de não ter chamado a grande maioria dos novos PMs e policiais civis aprovados em concurso público em 2014 – apesar de toda a semana haver mais e mais brigadianos se aposentando – o governo estadual não fornece sequer as condições necessárias, viatura e equipamentos na medida adequada para garantir a segurança de clientes, bancários e de toda a população”, afirma Everton Gimenis.

Fonte: Imprensa SindBancários, com informações do Clic RBS e foto da Rádio Charrua

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER