Covid-19: Sindicato fiscaliza unidades do Santander

Bancários podem tirar dúvidas quanto a protocolos e denunciar irregularidades para o Sindicato

Dirigentes do SindBancários seguem fiscalizando se agências bancárias de Porto Alegre e Região estão seguindo os protocolos de combate ao coronavírus. Na terça, 21, todas as unidades do Santander do Centro foram ‘visitadas’. Além de verificar os protocolos, os dirigentes conversaram com os bancários sobre como está trabalhar na pandemia e quais suas principais dificuldades.
Entre as unidades visitadas foi no museu do complexo da Santa Casa de misericórdia onde foi montado uma força tarefa dentro do museu para estruturar a abertura de aproximadamente 6 mil contas, devido a compra da folha de pagamento do Hospital Santa Casa.
“No complexo do museu, o atendimento está sendo feito com hora marcada de 40 minutos para cada atendimento. As mesas estão distantes 2 metros. Todas as mesas tem alcool gel, assim como nos corredores. Não vimos aglomerações. Mesmo atendendo profissionais de saúde, que estão em contato com a Covid, os colegas relatam que se sentem muito mais seguros no complexo do que nas agências. Primeiro, porque os clientes são mais cuidadosos e depois porque os protocolos são mais rígidos”, observa o funcionário do Santander e diretor do SindBancários Luiz Cassemiro, que entende que esse protocolo deveria ser utilizado em todos os bancos.
Cassemiro também ressalta que fica evidente a importância dos clientes cuidarem dos bancários e dos bancários cuidarem dos clientes. Que infelizmente a categoria dos bancários está incluída em um setor de atividade essencial, e esta atendendo seus clientes e população nas demandas de serviços financeiros. Parabéns para todos os trabalhadores que estão inseridos em atividades essenciais atendendo a população.
O SindBancários lembra que os bancos tem uma série de obrigações devido ao coronavírus, definidas em negociação com os sindicatos. Assim, os bancos são obrigados a distribuírem aos bancários equipamentos de segurança como máscaras e alcool gel. Os bancários também devem ser divididos em equipes que não se cruzam e, em caso de um caso positivo de Covid-19, todos os colegas que tiveram contato com ele devem ser colocados em quarentena e a unidade deve ser fechada para desinfecção.
Qualquer dúvida quanto aos protocolos ou irregularidades, entre em contato com o SindBancários preenchendo o formulário disponível em bit.ly/bancariodenuncie
Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER