Contraf-CUT disponibiliza boletim sobre desmonte do BB

Material visa esclarecer sociedade e mobilizar luta dos funcionários contra plano do governo e direção do banco

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) disponibilizou em seu site a edição do “Espelho” de fevereiro. O boletim, voltado especificamente aos funcionários do Banco do Brasil, fala sobre o plano de desmonte de uma das mais importantes instituições públicas do país. As entidades associadas podem baixar o arquivo em versão aberta na área restrita do site.

Imposição do governo federal

“O plano não foi discutido com os funcionários e nem com os setores que serão afetados. É uma imposição do governo federal e da direção do banco, em prejuízo da população de menor renda e do desenvolvimento econômico e social do país”, informou o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga.

Demissões e fechamento de agências

O plano prevê a demissão de 5 mil funcionários (em plena pandemia), além do fechamento de 112 agências, 242 postos de atendimento e sete escritórios. “Produzimos o material com a intenção de esclarecer a sociedade e contribuir com a mobilização dos funcionários, que se manifestam em todo o país mostrando sua contrariedade ao que é imposto pelo governo e pela direção do banco”, explicou a secretária de Juventude e representante da Contraf-CUT na CEBB, Fernanda Lopes.

Além de ser disponibilizado no site, o boletim foi enviado por e-mail para todas as entidades sindicais do país que atuam no ramo financeiro.

Fonte: Contraf-CUT, com Edição Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER