Conheça o Dialoga: A nova plataforma colaborativa do SindBancários tem versão app e mais interatividade

A plataforma colaborativa Dialoga do SindBancários está de volta e com uma versão expandida. Agora, além de os bancários enviarem petições para parlamentares, banqueiros, Poder Executivo para reivindicarem seus direitos, os trabalhadores da base de atuação do Sindicato poderão participar da construção de petições e mesmo denunciar anonimamente os banqueiros que estejam descumprindo legislação. São seis ferramentas interativas. E tem mais uma novidade: os bancários podem baixar o aplicativo diretamente no seu celular e participar de onde estiverem.

Para conhecer a ferramenta, também disponibilizamos vídeos explicativos e vamos distribuir panfletos. “Nossa intenção é aprofundar o contato e a participação dos bancários da nossa base. Vamos enfrentar um ano de muita luta e precisamos de muita participação para resisitir aos ataques aos nosso direitos. Temos mais uma forma de defender os bancários e de ampliar a sua participação”, explica o diretor de Comunicação do SindBancáiros, Mauro Salles.

Para participar e conhecer a ferramenta,acesse dialoga.sindbancarios.org.br/

Baixe o aplicativo do Dialoga no seu celular no endereço: play.google.com/store/apps/details?id=com.masterti.Dialoga

Veja abaixo vídeo explicativo para conhecer e como usar a ferramenta.

O presidente do SindBancários, Everton Gimenis, diz que o Dialoga é uma ferramenta de ação política que coloca o Sindicato na vanguarda. “Estamos criando uam espécie de rede social dos bancários. Os Sindicatos estão enfrentando ataques do governo golpista do Temer. A Reforma Trabalhista veio também para enfraquiecer a luta dos bancários. Nossa resposta é ampliar a capacidade de conversar com os trabalhadores e para ampliar a participação na lutas que serão necessárias no próximo período”, detalhou Gimenis.

Assista abaixo vídeo em que o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, fala da ferramenta Dialoga:

O Dialoga disponibiliza seis ferramentas para te ajudar no diálogo com o Sindicato e para aproximar a categoria das suas lutas por direitos:

1. Atitude

Aqui você conhece, opina e compartilha nas suas redes sociais nossas campanhas. E pode assinar petições online e ajudar a pressionar as autoridades nos temas relevantes ao cotidiano dos bancários(as). 

2. Construção

É um espaço totalmente democrático, um lugar para qualificar nossas reivindicações. Aqui serão publicadas teses oportunas à nossa categoria e todos estão convidados a editar e expor opinião.

3. Debate

Um canal de perguntas e respostas para tratar temas que unificam a categoria. Aqui todos podem emitir reações positivas e negativas, além de enviar comentários e pedir a participação do SindBancários.

4. Radar

Um mapeamento colaborativo permanente através de mapas georreferenciados com as agências bancárias da nossa região sindical para que sindicalizados registrem ocorrências de fomra anônima.l

5. Insegurança

Nessa interface é possível acompanhar e informar o SindBancários das ocorrências que geram insegurança nas agências bancárias.

6. Bancarioleaks

Canal exclusivo para os(as) bancários(as) denunciarem de forma anônima os graves abusos e irresponsabilidades cometidos pelos banqueiros. Aqui é possível regsitrar o relato, anexar fotos e documentos para justificar a publicação.

ATITUDE > Assine: Petição contra o pacotaço do Sartori e em defesa dos bancos públicos. 

Desde que assumiu o governo do Estado, em 2015, o governador José Ivo Sartori não pensa em outra coksa a não ser falar em crise e vender patrimônio público. No caso que interessa aos bancários, estão na mira do governador o Banrisul, BRDE e Badesul. Nesta sexta-feira, 22/7, a Assembleia Leguslativa deve votar um pacotaço em que o governo tenta, em um só golpe, além dos três bancos citadois acima, autorização para vender também a CEEE, a Sulgás, a Corsan e o que mais puder. A gente tem como enfrentar esse debate. O Sinicato disponibiliza na plataforma Dialoga (http://dialoga.sindbancarios.org.br/em-defesa-do-rio-grande/) uma petição para disputar o debate das privatizações com o goverbno do Esado. Em poiucos clics, você pode enviar uma carta a cada um dos 55 deputados estaduais gaúchos, com o texto ao final desta matéria.

Saiba como participar da petição online

> Clique no endereço http://dialoga.sindbancarios.org.br/

> Clique na barra Atitude

> Preencha os espaços com seu nome, sobrenome e e-mail

> Clique na paleta de cor laranja Assinar e enviar aos Deputados Estaduais

> Pronto! Seu pedido vai diretamente para os emails de cada um dos 55 deputados estaduais da Assembleia Legislativa

O texto que vai diretamente para os emails dos deputados estaduais é o seguinte:

Senhores e senhoras parlamentares,

O pacote do governo José Ivo Sartori vai desmontar os serviços públicos. Foram extintas as fundações, os impostos aumentaram e os salários parcelados. Agora, ele quer vender ações do Banrisul, privatizar o BRDE e o Badesul, três bancos que ajudam o Estado a crescer. Tudo isso para ingressar num regime de recuperação fiscal com a União, extorsivo para os gaúchos. Os juros da dívida total seguirão correndo e o endividamento do Estado será ainda maior. Entendemos que vender o patrimônio público não faz bem para o Rio Grande do Sul. Defender os bancos estatais vai muito além da proteção do patrimônio público, trata-se de defender o desenvolvimento do Estado. A participação parlamentar, neste momento, fará a diferença. Os gaúchos contam com o engajamento de cada um no movimento em defesa destas instituições, em defesa do Rio Grande do Sul e contra o pacote do governador Sartori.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER

Luciano Fetzner Barcellos
(Banrisul)
PRESIDENTE

Tags

Filiado à Fetrafi/RS, Contraf/CUT e CUT
Rua General Câmara, 424-Centro / CEP:90010-230 /
Fone: 51-34331200

Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil

Categorias

Categorias

Categorias