Comunicação e fake news é tema de atividade de formação de delegados sindicais

Encontro com representantes dos trabalhadores bancários foi o penúltimo do ano

O funcionamento, as práticas e as maneiras de combater as fake news foram tema de atividade formativa de delegados(as) sindicais nesta quarta-feira (23) pela manhã. Com a condução do sociólogo e assessor sindical Anderson Campos e participação do presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, e do analista de redes sociais Lucio Uberdan, que fez uma palestra sobre o assunto, o encontro reuniu representantes de bancárias e bancários no auditório do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região.

O diretor de Formação do SindBancários, Jairo Soares, falou da importância de levar aos delegados(as) o tema da comunicação e, em específico das fake news, fenômeno que, em sua análise, dominou as últimas eleições e deverá fazer parte do cotidiano daqui para frente. “Temos que ter ideias e ferramentas para saber como lidar, como identificar e como combater as fake news”, observou.

Lucio Uberdan enalteceu a iniciativa de formação permanente de delegados e diretores, inclusive no que se refere à comunicação, área em que, na sua opinião, o SindBancários sempre foi vanguarda no movimento sindical. “As fake news no contexto político e tecnológico atual, de polarização e plataformização digital das relações sociais e comunicação, é tema essencial de debate no movimento sindical, que precisa permanentemente qualificar suas lideranças, para a comunicação interna e com a base, na identificação e gestão de crises”, afirmou.

Alguns dos impactos das fake news, cuja disseminação traz inúmeros prejuízos à sociedade brasileira, foram apresentados por Uberdan. Entre eles, o analista destacou a destruição da imagem de pessoas e personalidades, a fratura dos valores democráticos e das instituições e a manipulação do eleitor em seu comportamento e intenção de voto. Conforme ele, as fake news funcionam através da validação social, têm um senso de urgência e fazem uso da tática de guerra, promovendo a polarização política.

Quanto ao enfrentamento às fake news, Uberdan citou a importância do estímulo à cultura e educação digital e a qualificação da comunicação nas instituições. Nesse sentido, o presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, observou que a entidade procura estar atenta às novas mídias e compartilhou com os delegados a criação de um estúdio próprio do sindicato, que deve ser lançado oficialmente em breve.

Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER