Brasil é o 3º país do mundo com mais infectados por coronavírus

Sem um plano nacional, sem ministro da Saúde, e com um presidente que insiste no retorno ao trabalho e estimula aglomerações, País caminha para ser o novo epicentro da pandemia

ministro da Saúde desde a última sexta-feira, 15/5, o segundo a sair em meio à maior crise sanitária dos últimos cem anos, o Brasil ultrapassou o Reino Unido na segunda-feira, 18/5, em número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O país tem 16.792 óbitos e 254.220 casos de Covid-19.

No Reino Unido, 246.406 pessoas foram infectadas pela doença. No entanto, o país com mais mortes é os Estados Unidos, com 89.567, seguido do Reino Unido, com 34.716.

Em plena pandemia, por discordarem do boicote de Jair Bolsonaro às medidas de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus e sua insistência em medicar todos os pacientes com cloroquina, medicamento sem eficácia comprovada e que provoca sérios efeitos colaterais, já pediram para deixar o ministério Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

São Paulo é o estado com maior número de pessoas contaminadas, com 63.066 casos e 4.823 mortes pela doença, de acordo com a secretaria de Saúde estadual. Entre os casos confirmados e suspeitos, São Paulo tem atualmente 3.900 pacientes internados em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), e 5.974 em enfermarias. Em todo o estado, 69,8% dos leitos de UTI estão ocupados, 89,3% são da Grande São Paulo.

Mesmo sendo o epicentro da crise, o governador João Doria (PSDB) descarta a necessidade do lockdown, por ora, mas concorda com a sugestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) de fazer feriados prolongados, antecipando as datas.

Nesta segunda-feira, 18/5, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou em sessão extraordinária virtual o projeto de lei que permite a antecipação de feriados municipais na cidade por meio de decreto para conter a circulação de pessoas pelas ruas da cidade. O projeto foi aprovado por 37 votos a favor, 14 contra e uma abstenção.

 

Os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro) foram antecipados para esta quarta e quinta, 21/5. Na sexta-feira, 22/5, será declarado ponto facultativo na cidade de São Paulo.

Doria encaminhou a Assembleia Legislativa do Estado projeto para antecipar o feriado estadual de 9 de julho para a próxima segunda-feira, 25/5. O PL será votado nesta terça. Em 9 de julho se comemora a deflagração da chamada Revolução Constitucionalista de 1932, considerada a data magna do Estado de São Paulo.

RIO DE JANEIRO

No Rio de Janeiro, segundo estado mais afetado pela pandemia, o número de cidades com registros da doença mais que dobrou no último mês. Em 18 de abril, havia um ou mais casos em 225 cidades do estado e 90 municípios registravam pelo menos uma vítima fatal. Hoje, são 467 cidades e 214 municípios.

Na segunda, 18/5, houve um recorde de novos casos confirmados no Rio, com mais de 4 mil. O estado tem 2.852 mortes e 26.665 casos confirmados da doença e 21.961 pacientes recuperados.

NORTE X NORDESTE

No Amapá, entra em vigor nesta terça-feira (19) o decreto de “lockdown”, que prevê regras mais rígidas para reduzir a circulação de pessoas e veículos, em mais uma medida para conter o avanço da conta contaminação pela Covid-19.

O decreto, que vai até 28 de maio, será em 16 municípios, limitando o passeio público apenas aos trabalhadores de serviços essenciais e cidadãos que comprovem a necessidade de deslocamento. O estado registrou 127 mortes entre os mais de 4 mil infectados.

No Amazônia o que preocupa é o avanço do coronavírus em povos indígenas nas regiões mais afastadas. Lá, médicos estão transferindo de avião pacientes em estado grave para as únicas unidades de terapia intensiva na região.

O Amazonas registrou 585 novos casos da Covid-19 nesta segunda-feira, 18/5, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). O estado tem 20.913 casos e 1.433 no total de mortes.

No Ceará, 1.788 perderam a vida e 26.954 pessoas foram infectadas pelo coronavírus. Na capital, em Fortaleza, confirma-se 1.271 pessoas que perderam a vida com a Covid-19, enquanto 16.281 contraíram o vírus.

RIO GRANDE DO SUL

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que sete mortes foram registrados nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas do vírus para 151 no Rio Grande do Sul. Porto Alegre e Passo Fundo somam agora 24 óbitos cada.

O Estado tem atualmente 3.750 casos confirmados, dos quais 2.376 recuperados, em 225 municípios.

Fonte: CUT-RS com CUT Brasil e Sul21

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER