BB: vacinação é tema principal de reunião entre Comando Nacional e presidente do banco

Melhorias no PDG e inclusão de bancários nas prioridades da vacinação foram principais temas debatidos

Concurso público, importância das mesas de negociação, melhorias no Programa de Desempenho Gratificado (PDG) e a inclusão dos bancários como prioridade no Plano Nacional de Imunizações (PNI) para a vacinação contra o novo coronavírus. Estas foram as principais reivindicações feitas pela Coordenação do Comando Nacional dos Bancários ao presidente do BB, Fausto Ribeiro, em reunião na quarta-feira (9/6).

Ribeiro disse concordar com a reivindicação da categoria e que a inclusão dos bancários como prioridade no Plano Nacional de Imunização é uma demanda também dos bancos. Ficou de analisar as demais reivindicações entregues em documento pelo Comando.

Diálogo

Segundo o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários (CEBBB), João Fukunaga, o presidente do BB afirmou durante a reunião que quer abrir uma nova fase de diálogo, responsabilidade e transparência com os representantes dos trabalhadores e destacou que haverá pautas divergentes, mas que as partes querem fazer o banco crescer.

Concurso e PDG

A Comissão apontou a necessidade da realização de concurso para fazer frente à falta de funcionários, sobretudo após o recente Plano de Adequação de Quadros (PAQ) e ao Plano de Desligamento Espontâneo (PDE). Um levantamento do Dieese aponta que de 2012 a 2020, houve uma redução de 28.042 funcionários no quadro de trabalho do BB.

Entre os principais problemas no PDG, a CEBB apontou a utilização de uma mesma lógica para analisar diferentes funções e a comparação da produtividade em pé de igualdade entre trabalhos simples com outros de maior complexidade. Outra questão é a subjetividade conferida à ‘reunião de consistência’, que confere a um comitê avaliador o poder de definir pontuações extras aos funcionários avaliados, mas sem definição clara dos critérios, alterando o curso do programa e a escolha de quem será contemplado ou não com a gratificação.

Regras: constante mudança

Sobre o PDG da área negocial, destacou-se a constante mudança de regras, o que inviabiliza o planejamento por parte do funcionário e as metas descoladas da realidade, em especial no último semestre, estipuladas de maneira desproporcional à capacidade dos diversos segmentos, o que desmotiva o corpo funcional.

Fonte: Comando Nacional dos Bancários, com Edição de Imprensa SindBancários. Foto: SindBancários/RJ.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER