Banrisulenses doam cestas básicas para recicladores da Vila Marabá

Foram doadas 91 cestas básicas, mais produtos de limpeza

Na última semana, funcionários e amigos do Banrisul, cientes das dificuldades que famílias da periferia estão passando em razão do coronavírus, começaram a se mobilizar para arrecadar alimentos e produtos de limpeza. O que começou como uma ação do Veteranos Banrisul logo se espalhou para outros grupos, como o Confraria, e uma grande rede de solidariedade se formou.

“Foi tudo muito rápido, não esperávamos essa repercussão toda. O que era pra ser uma pequena ação de amigos se espalhou e acabou se transformando em uma grande rede, que ganhou o nome de Amigos de Futebol do Banrisul contra a Fome”, conta o funcionário do Banrisul Rogério Lima, que é analista de TI na Unidade de Desenvolvimento de Sistemas na DG e um dos idealizadores da ação social.

A ideia do grupo foi contribuir com outro movimento, chamado “Mudando Vidas”, que já atua há muitos anos junto a comunidades periféricas de Porto Alegre. Os Amigos do Futebol do Banrisul contra a Fome ainda receberam a ajuda de uma rede de supermercados da Capital, que disponibilizou cestas básicas e produtos de limpeza a preço de custo.

No fim, com as doações e a ajuda da rede de supermercado, o grupo conseguiu arrecadar o suficiente para 93 cestas básicas, além de materiais de limpeza, como sabonete, sabão, água sanitária e papel higiênico. Rogério ainda explica que, por estar perto da Pascoa, fizeram questão de comprar, ainda, uma caixa de bombons para cada família.

Por intermédio da Associação Beneficiente Filhos de Oxum, todos mantimentos foram doados para famílias de recicladores da Vila Marabá, todos cadastrados na associação. “Nossa maior preocupação, com os alimentos já doados, foi encontrar aquelas pessoas que realmente precisam. Sabemos que muitas crianças, por exemplo, não estão indo na escola e não estão tendo acessos a muitos alimentos por isso. Também fomos até lá participar da entrega dos produtos”, explica Rogério.

Para o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, não há palavras para descrever o gesto que de muitos bancários e diretores do SindBancários neste momento, que já doaram mantimentos para moradores da Restinga e para o Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul. “Os recursos aprovados pelo Congresso, que o governo prometeu fazer chegar até as comunidades mais carentes, não estão chegando. Essas doações são fundamentais para que essas pessoas sobrevivam”, observa.

Outras ações sociais

Os bancários, que sempre foram referência quando se fala em direitos trabalhistas e lutas sociais, também estão dando exemplo neste momento de solidariedade. No sábado, 4/4, 80 toneladas de alimentos foram doados para o Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul a partir de uma ação de diversas equipes do Campeonato Bancário de Futebol. Diretores do SindBancários também estão sendo doando cestas-básicas para moradores de comunidades carentes da Restinga.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER