Banrisul: novo diretor institucional fecha cerco privatista

Advogado gaúcho é um dos "pais" da reforma administrativa enviada ao Congesso por Bolsonaro

O advogado gaúcho Wagner Lenhart, apontado como um dos “pais” da reforma administrativa enviada ao Congresso pelo governo Bolsonaro, foi indicado para assumir a Diretoria Institucional do Banrisul. Lenhart foi secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, do Ministério da Economia, desde o início do governo Jair Bolsonaro, em janeiro de 2019, até abril deste ano. “A verdade é que esta nomeação amplia o cerco privatista sobre o banco de todos os gaúchos e gaúchas”, aponta o diretor sindical e funcionário do Banrisul Gilnei Nunes.

Ataque a servidores públicos

Vale lembrar que a reforma administrativa, articulada por Lenhart, políticos e outros homens de confiança do mercado, prevê, entre outros pontos, o fim da estabilidade para parte dos futuros servidores públicos – além de aposentadoria compulsória desses servidores, como forma de punição por “erros cometidos”.

A reforma administrativa foi entregue pelo governo federal ao Legislativo em setembro do ano passado, mas até agora não foi aprovada pela Câmara dos Deputados, por onde começou a tramitar.

Fontes: Site Metrópoles, Ministério da Economia e Condesef, com Edição de Imprensa SindBancários. Foto:Edilson Rodrigues/Ministério da Economia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER