Bancários em GREVE mostram em ato de mobilização ao governo do Estado que o Banrisul é de todos e não pode ser privatizado

A retomada da política de extinção e de privatizações de estatais pelo governo do Estado mobilizou os bancários no 16º dia da greve para defender o Banrisul público. Os bancários responderam com participação e luta durante o Ato Estadual em Defesa do Banrisul, na manhã desta quarta-feira, 21/10. A movimentação começou em frente ao prédio da Direção Geral (DG) do Banrisul, na Caldas Junior, com apitaço e chamamento dos colegas a participarem da mobilização. Ao meio-dia, começou caminhada até a Praça da Matriz. Os grevistas então entregaram o Dossiê Banrisul, documento do DIEESE sobre a história e a importância da manutenção do Banrisul público, no Palácio Piratini e na Assembleia Legislativa.

O ato também contou com a participação de representantes da Frente em Defesa do Patrimônio Público, que, além do Banrisul, luta contra a ameaça de privatização pelo Governo do Estado da Corsan, CEEE e outras empresas e fundações. “O sinal vermelho ficou mais forte para nós depois que o governador Sartori recebeu na semana passada, juntamente com o presidente do Banrisul, a visita do presidente do Santander no Brasil”, disse a diretora de comunicação do SindBancários, Ana Guimaraens.

“Os bancários e a população gaúcha exigem saber o que o governador tem a tratar a portas fechadas com os banqueiros do Santander sobre o Banrisul”, completou o secretário-geral do Sindicato, Luciano Fetzner.

Veja aqui imagens do 16º dia de greve dos bancários.

Banqueiros espanhóis

Aliás, a presença dos banqueiros espanhóis, no Palácio Piratini, com o governador e a presidência do Banrisul, na quarta-feira, 14/10, também foi discutida pela comissão dos bancários grevistas no encontro com o secretário adjunto da Casa Civil. José Guilherme Kliemann reconheceu que o governo tem feito e fará movimentos de “mudança na administração de estatais”. Mas ele negou que o Banrisul será privatizado. “Isto não é conversado nem é pauta dentro do governo estadual”, afirmou.  O secretário disse também que a notícia “ganhou uma dimensão que ela não tem”. Só não explicou, porém, o motivo da reunião entre a presidência do Santander com o Banrisul.

Além dos diretores Luciano Fetzner e Ana Guimaraens do SindBancários, participaram da entrega do Dossiê Banrisul ao governo os diretores da Fetrafi-RS, Denise Falkenberg Correia e Carlos Augusto Rocha e os diretores da CUT-RS, Ademir Wiederkehr e Letícia Raddatz.

Durante o ato em frente ao Palácio Piratini, o Dossiê foi recebido também pelo deputado Juliano Roso (PC do B), que garantiu: “Nossa bancada é uma trincheira em defesa do patrimônio público do RS”. Em seguida, uma comissão de deputados de oposição ao governo estadual recepcionou os sindicalistas em frente à Assembleia Legislativa.

Falando em nome dos colegas de bancada, o deputado petista Luis Fernando Mainardi recordou: “Gostaríamos que o assunto privatização não mais estivesse na pauta do estado, desde o governo Antonio Britto. Mas o atual governo também é a favor da redução das funções públicas e acha que o Banrisul estadual prejudica os negócios. Ele conseguiu aumentar o ICMS e agora procura vender o Banrisul – mas a sociedade gaúcha não vai deixar isso acontecer”. Também participaram do ato os deputados Adão Villaverde, Zé Nunes, Jefferson Fernandes e Tarcísio Zimmerman.

Pedro Ruas, do PSoL, disse que “o governo Sartori é cruel, e quer fazer a população e os servidores públicos sofrerem para criar o caos no Estado e tentar aprovar suas medidas”. Mas garantiu: “Aqui dentro da Assembleia ele não vai encontrar facilidades para vender o patrimônio público”.  Também o deputado Júnior Piaia (PC do B) e a vereadora Fernanda Melchiona (PSoL) receberam o documento do SindBancários em defesa do banco de todos os gaúchos e gaúchas, que foi encaminhado ainda à deputada Juliana Brizola, do PDT.

Frente em Defesa do Patrimônio Público

A entrega do Dossiê Banrisul também teve a participação da Frente em Defesa do Patrimônio Público. Marco Brasil, diretor administrativo do Sindiágua, lembrou que a Corsan é outra das estatais que há muito estão na mira da privatização. “Estamos junto nessa luta e levando o debate para todo o Estado. A água é um bem fundamental à vida e não pode ter dono”, afirmou.

Assista abaixo ao vídeo do Ato Estadual em Defesa do Banrisul Público.

https://www3.sindbancarios.org.br/wp-admin/post.php?post=9374&action=edit&ip-geo-block-auth-nonce=d7cd97d57f

Leia abaixo o Dossiê Banrisul, elaborado pelo DIEESE.

https://www3.sindbancarios.org.br/wp-content/uploads/2015/10/dossie_banrisul_21102015_red.pdf

Crédito fotos: Jackson Zanini

Texto: José Antônio Silva

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER