Bancários do Badesul realizam reunião com diretoria do banco, na terça, 11/9, para negociar avanços da pauta de reivindicações

Os colegas do Badesul seguem a jornada de luta por direitos na terça-feira, 11/9. A partir das 10h da manhã, na sede do banco, no Centro Histórico de Porto Alegre, dirigentes sindicais do SindBancários e representantes dos colegas vão debater questões relacionadas a avanços nas cláusulas econômicas e de organização da carreira. Os colegas do Badesul têm história de resistência e de luta por avanços e na defesa do Badesul público e aprovaram a atual pauta de reivindicações (leia ao final desta reportagem) em assembleia realizada na quarta-feira, 5/9. 

Uma das reivindicações dos colegas do Badesul é que a atual diretoria garanta o índice de reajuste que os bancários conquistaram na Campanha Nacional 2018 nas mesas de negociação com a Fenaban e que garantam todas as conquistas do Acordo Coletivo Específico do Badesul.

No dia 31 de agosto, os bancários assinaram Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que garantiu um acordo com aumento real por dois anos e a renovação de todas as cláusulas conquistadas em acordos coletivos anteriores. Uma assembleia lotada dois dias antes aprovou a proposta de convenção coletiva. Neste ano, o piso dos bancários e todas as verbas salariais (tíquetes, vales, PLR, cestas) serão reajustados em 5%, com aumento real de 1,31%. No ano que vem, todas as conquistas históricas estão garantidas assim como aumento real de 1%.

O diretor do SindBancários, Paulo Stekel, diz que os avanços conquistados pela categoria nacionalmente foram resultado da pressão na mesa de negociação e da mobilização dos trabalhadores bancários. “O contexto para conquistar direitos ou simplesmente garantir os direitos que já tínhamos é o pior possível. A Campanha Nacional deste ano foi a primeira sob a reforma trabalhista do governo Temer que todo mundo sabe deu o maior golpe nos nossos direitos e na democracia. O que podemos dizer é que o Badesul é um banco que tem excelentes quadros, e que a diretoria pode atender toda a nossa pauta de reivindicações”, avaliou Stekel.

O presidente do SindBancários, Everton Gimenis, lembra da importância da mobilização e da participação dos colegas bancários do Badesul na luta que se travou para manter a instituição de fomento pública. “Estamos sob um governo do Estado que já ficou conhecido como aquele que ataca empresas públicas lucrativas vendendo o peixe da crise que ele mesmo cria. Quer dizer, ouvimos mentiras durante quatro anos para esconder uma ideologia de desmonte de empresas públicas para vender tudo e reduzir a força do Estado para gerar desenvolvimento econômico e atender o povo trabalhador”, explicou Gimenis.

Reunião com diretoria do Badesul para debater pauta de reivindicações

Terça, 11/9 | 10h | Sede do Badesul (rua General Andrade Neves, 175, Centro Histórico de Porto Alegre)

Saiba quais são alguns pontos da pauta de reivindicações dos colegas do Badesul

> Garantir o índice de reajuste de 5% (1,31% de aumento real) negociado com a FENABAN e os sindicatos na Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2020 para todas as verbas salariais.

> Abono de R$ 5.000,00 (R$ 3.000,00 até 31/1/2019 e R$ 2.000,00 até 30/4/2019)

> Auxílio Creche/babá, 13ª e 14ª cestas

> Instituir regramento para promoções do quadro permanente com desvinculação do lucro para abertura de promoções do quadro permanente, aplicação do estudo realizado pela comissão mista de empregados eleitos e indicados pela diretoria e promoções bianuais por antiguidade na carreira do quadro permanente.

> Avanços na avaliação e no número de promoções para o quadro em extinção com critérios claros e reuniões periódicas para estabelecer critérios efetivar avanços nas carreiras para garantir igualdade de oportunidades e isonomia na ascensão.

> Mudança no Estatuto Social para incluir um representante eleito pelos trabalhadores no Conselho de Administração do Badesul e os postos de Diretor Operacional e Diretor Financeiro a empregados de carreira do Badesul.

> Badesul se compromete a garantir o custeio do Plano de Saúde dos empregados pela CABERGS.

> A diretoria do Badesul se compromete a abrir concurso público para os cargos de Técnicos de Nível Médio, Técnicos em Desenvolvimento.

> Renovação integral das seguintes cláusulas do ACT 2016/2018

CLÁUSULA 2ª – PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS

CLÁUSULA 7ª – AUXÍLIO-EDUCAÇÃO

CLÁUSULA 8ª – HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO/ FLEXIBILIZAÇÃO DO

CLÁUSULA 9ª – DAS JORNADAS DE TRABALHO EM FEIRAS/EVENTOS

CLÁUSULA 10ª – DELEGADOS SINDICAIS

CLÁUSULA 11ª – TRANSPARÊNCIA

CLÁUSULA 13ª – ABONO ASSIDUIDADE

CLÁUSULA 14ª – ESTAGIÁRIOS

CLÁUSULA 15ª – DATAS DE PAGAMENTOS (atualizar para o período vigente)

Leia abaixo a pauta de reivindicações do colegas do Badesul

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER