Assembleia do BNDES nesta sexta (11) poderá definir campanha salarial

Vice-presidente da Contraf: "Mantivemos a estabilidade e grande parte dos direitos que estavam ameaçados", ressaltouo que foi possível

Os funcionários do BNDES realizam nesta sexta-feira, 11/10, uma assembleia online que poderá definir a campanha salarial. A votação ocorrerá das 10h às 20h para permitir uma grande participação dos funcionários na decisão sobre o Acordo Coletivo de Trabalho. Será votado ainda a contribuição assistencial que terá os mesmos parâmetros dos demais trabalhadores da categoria bancária: 1,5% do salário e comissões limitado de R$50 a R$250, descontados de uma única vez.

Manutenção de cláusulas

Em função dos limites de negociação terem se esgotado, as entidades representativas dos trabalhadores (Contraf-CUT, sindicatos e as associações do funcionalismo), após meses de uma negociação muito difícil, com a direção do banco tentando atacar direitos conquistados, orientam pela aprovação da proposta patronal para o Acordo Coletivo de Trabalho.

Negociação no limite

O vice-presidente da Contraf-CUT, Vinícius de Assumpção, disse que os trabalhadores obtiveram o que foi possível nas mesas de negociação. “Conseguimos manter a cláusula da estabilidade e mantivemos, em parte, os direitos que estavam sendo atacados pelo BNDES. Garantimos o direito a delegados representantes de base, que terão as mesmas condições dos dirigentes sindicais para atuar em defesa dos funcionários. Por isso estamos  orientando pela aprovação da proposta, já que esgotamos todas as possibilidades de negociação”, afirma. Ficou preservada também a chamada autonomia técnica, ou seja, um profissional técnico da empresa poderá alertar ou mesmo deixar de assinar um relatório sem que ele sofra punição ou perseguição política, um preceito importante que faz parte da história do BNDES.

Negociação muito dura

“Não conseguimos tudo que o funcionalismo merece e espera, mas garantimos o que foi possível, na mais dura negociação já enfrentada pelos trabalhadores com a direção do banco, fruto da atual conjuntura política em que vivemos”, concluiu Vinícius.

Na assembleia, os bancários também decidirão sobre a contribuição negocial decorrente da negociação coletiva no importe de 1,5% incidente sobre o salário, com limites mínimo de R$ 50,00 e máximo de R$ 250,00, uma única vez.

O link para participação dos funcionários do banco:  http://bndes.votabem.com.br/

Fonte: Sindicato dos Bancários/RJ e Sindicato dos Bancários/SP

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER