Amanhã é dia de luta no Banco do Brasil

Empregados do BB realizaram uma plenária nesta quarta para discutir crise sanitária no Banco

Os empregados e as empregadas do Banco do Brasil realizaram uma plenária de mobilização nesta quarta-feira, 25 de janeiro, para discutir a crise sanitária no Banco, com o aumento repentino dos casos de Covid-19 desde a retomada do trabalho presencial nas unidades. No Brasil, já foram 500 casos positivados, mais de 100 só no Rio Grande do Sul.

Segundo a representante da Fetrafi-RS na Comissão dos Funcionário do Banco do Brasil (CEBB), Priscila Aguirres, o caso já foi encaminhado ao Ministério Público do Trabalho, que exigiu comprovação do Banco de que os casos registrados não têm relação com a recente alteração do Manual de Trabalho Presencial – Diretrizes Covid-19. “O BB tem até o dia 27 (esta quinta-feira) para apresentar dados que comprovem que essa alteração no manual não resultou em prejuízos para os seus funcionários”, explica Priscila.

Paralelamente à ação no MPT, a Fetrafi-RS também entrou com um pedido de liminar na Justiça do Trabalho do RS para determinar o retorno ao teletrabalho daqueles que atuam nas áreas administrativas e o restabelecimento do protocolo de novembro de 2021, que era mais completo que o atual.

Durante a plenária, ficaram definidas algumas ações para esta quinta-feira, definida como Dia de Luta no BB em Defesa da Saúde dos(as) Bancários(as). O movimento sindical vai convidar todos e todas a usarem preto, fará um tuitaço ao longo do dia, e visitas às agências com materiais de conscientização sobre os protocolos de proteção. Além disso, um manifesto será divulgado.

O objetivo é alertar os(as) colegas sobre os riscos da nova onda de contaminação e o que deve ser feito em casos de sintomas e/ou testados e positivados para a Covid-19. “Se o Banco do Brasil não faz a parte dele, nós teremos que fazer a nossa e proteger não só a nós mesmos, mas aos usuários do BB”, reforça Priscila.

Fonte: Fetrafi-RS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER