Advogado do Sindicato informa que processos de 2015 e 2016 para recebimento da ADI na gratificação do Banrisul avançam na Justiça

Depois do pagamento realizado para um grupo significativo de colegas (foto acima), relativamente ao processo do ADI na gratificação semestral do Banrisul, MUITOS BANCÁRIOS TÊM QUESTIONADO O ANDAMENTO DAS DEMAIS AÇÕES AJUIZADAS PELO SINDICATO E SOBRE A COBRANÇA DAS MESMAS PARCELAS PARA OUTROS GRUPOS DE EMPREGADOS. O assessor jurídico do Sindicato, o advogado Antônio Vicente Martins, esclareceu o andamento e a abrangência dos processos. “Para incluirmos os colegas que não eram associados ao Sindicato em 2013, data do ajuizamento da primeira ação, ENTRAMOS COM UM PROCESSO EM 2015 e com outro em 2016. A ação de 2015 já teve sentença de procedência em PRIMEIRA INSTÂNCIA E AGUARDA DECISÃO NO RECURSO DO BANCO JUNTO AO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO”, explica.

QUANTO A AÇÃO DE 2016, Martins informa que já houve uma primeira audiência. “No entanto, ainda não há nenhuma decisão proferida pela Vara do Trabalho, PORQUE AGUARDA A SEGUNDA AUDIÊNCIA”. Já o banco, conforme o assessor jurídico do SindBancários, RECONHECEU QUE NÃO REALIZAVA A INTEGRAÇÃO DO ADI NA GRATIFICAÇÃO SEMESTRAL DE SEUS EMPREGADOS, E PASSOU A FAZER A INTEGRAÇÃO APENAS EM JULHO DO ANO PASSADO. “Se o Banco fez a integração expressa na folha de pagamento a partir de julho de 2016, é evidente que estamos DISCUTINDO TODO O PERÍODO ATÉ JULHO DE 2016, nas ações que já ajuizamos”, reforça Antônio Vicente Martins.

O banco também reconheceu, segundo o advogado, o período devido até junho de 2016. “Deverão ser pagos inclusive na primeira ação ajuizada para os associados que constam na listagem que acompanha a inicial, cujos cálculos já estão em elaboração e que deverão ter um pagamento em período bastante próximo”, garantiu.

Todos os bancários associados ao Sindicato, que estejam listados nas três ações já ajuizadas, serão beneficiados pelas sentenças proferidas pelo Judiciário, que devem observar as diferenças até a sua efetiva incorporação pelo banco, a partir de julho de 2016.

Segundo o assessor jurídico, NENHUM ACORDO COLETIVO ABRANGEU ESTA PARCELA QUE PASSOU A SER CORRETAMENTE PAGA PELO BANCO APENAS EM JULHO DE 2016, depois que transitou em julgado a primeira ação movida pelo Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região.

Leia com atenção estas abaixo informações para mais detalhes

1) Entramos com um processo em 2015 e com outro em 2016, para incluirmos os colegas que não eram associados em 2013, data do ajuizamento da primeira ação.

2) A ação de 2015 já teve sentença de procedência em primeira instância e aguarda decisão no recurso do banco junto ao Tribunal Regional do Trabalho.

3) A ação de 2016 já teve a primeira audiência, mas não tem decisão proferida pela Vara do Trabalho porque aguarda a segunda audiência.

4) O Banco reconheceu que não fazia a integração do ADI na gratificação semestral de seus empregados e passou a fazer esta integração em julho de 2016.

5) Ora, se o Banco fez a integração expressa  na folha de pagamento a partir de julho de 2016, é evidente que estamos discutindo todo o período até julho de 2016, nas ações que já ajuizamos.

6) O Banco fez a integração expressa na folha de pagamento a partir de julho de 2016 e reconheceu que o período devido até junho de 2016, inclusive, seriam pagos na primeira ação ajuizada para os associados que constam na listagem que acompanha a inicial, cujos cálculos já estão em elaboração e que deverão ter um pagamento em período bastante próximo.

7)Todos os bancários associados ao sindicato que estejam listados nas três ações já ajuizadas serão beneficiados pelas sentenças proferidas pelo Judiciário e que deverão observar as diferenças até a sua efetiva incorporação pelo Banco, a partir de julho de 2016.

NENHUM ACORDO COLETIVO ABRANGEU ESTA PARCELA QUE PASSOU A SER CORRETAMENTE PAGA PELO BANCO EM JULHO DE 2016, DEPOIS QUE TRANSITADA EM JULGADO A PRIMEIRA AÇÃO MOVIDA PELO SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE PORTO ALEGRE E REGIÃO.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER