História

O Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários) completou 78 anos de história em 2011. A entidade foi fundada em 18 de janeiro de 1933, em uma Assembléia Geral que contou com 185 bancários. Na época, o SindBancários se chamou Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Sul.

A base era estadual. Com o surgimento de novos sindicatos no Interior, a entidade assumiu o nome atual: Sindicato dos Bancários de Porto Alegre.

Em 78 anos, o SindBancários desenhou uma trajetória de presença marcante na construção do sindicalismo bancário brasileiro. No Estado, tem papel crucial na luta por mais dignidade dos trabalhadores e da construção da democracia em diversos períodos históricos.

As intervenções

A primeira ocorreu em 1946, quando caiu o Estado Novo. Novamente, em 1964, quando do Golpe Militar. Outra intervenção foi em 1968, quando recrudesceu o regime militar, com o Ato Institucional (AI) 5. Em 6 de setembro de 1979, em meio à maior greve dos bancários porto-alegrenses, ocorreria a quarta e última intervenção, que durou 10 meses e cinco dias.

A ação interventora terminou com a cassação dos dirigentes Aquiles Notti, Câncio Vargas, Felipe Nogueira e do então presidente do Sindicato, Olívio Dutra, ex-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro das Cidades do governo Lula.

CUT

Em setembro de 1983, seguindo suas tradições de vanguarda da classe trabalhadora gaúcha, o Sindicato foi o primeiro a filiar-se no Estado à recém criada Central Única dos Trabalhadores (CUT). Muitos dos seus quadros assumiram postos na direção da Central.

Base do Sindicato

Desde 1990, o Sindicato tem como base Porto Alegre e 14 municípios vizinhos (Alvorada, Nova Santa Rita, Barra do Ribeiro, Cachoeirinha, Canoas, Charqueadas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul, São Jerônimo, Sertão Santana e Viamão).

Sede

Toda a estrutura diretiva, de serviços e equipamentos para uso dos bancários e da comunidade (auditório, biblioteca, Espaço Cultural) está em um único lugar. A Casa dos Bancários é a referência da ação do SindBancários na Capital. O local, que antigamente era chamado de Sede da Ladeira (fica na Rua General Câmara), foi completamente restaurado, ganhando salas, espaço para atendimento de associados, auditório, salão de festas e áreas de cultura e lazer.