• Home  /
  • Noticias   / Bancos   /
  • SindBancários não vai solicitar Contribuição Sindical em 2018 e anuncia lançamento de campanha de sindicalização

SindBancários não vai solicitar Contribuição Sindical em 2018 e anuncia lançamento de campanha de sindicalização

A Lei 13.467 (Reforma Trabalhista), aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo atual Presidente da República Michel Temer, entrou em vigor em novembro de 2017, e retira inúmeros direitos dos trabalhadores. Um dos pontos dessa lei acaba com a obrigatoriedade da Contribuição Sindical popularmente chamada de Imposto Sindical. O imposto continua existindo, mas o seu valor correspondente a um dia de trabalho somente poderá ser descontado se houver manifestação expressa dos trabalhadores.

A direção do SindBancários de Porto Alegre, por entender que os Sindicatos devem ter independência frente ao Estado e aos patrões, não realizará, neste ano de 2018, solicitação para que a categoria manifeste intenção de autorizar esta contribuição. Acreditamos que nossa atitude fortaleça a consciência dos bancários sobre a fundamental importância da participação na sustentabilidade das entidades que os representam. Ou seja: é a filiação voluntária dos trabalhadores e outras formas de contribuição definidas por eles, por meio de fóruns democráticos, que devem manter o Sindicato forte e com capacidade de luta para defender e conquistar direitos.

Diante disso, entendemos que são os próprios trabalhadores que têm o dever de viabilizarem alternativas de financiamento para garantir a luta em defesa dos seus direitos e conquistas.

O SindBancários estará lançando em breve uma campanha de sindicalização para estimular o debate com a categoria sobre a sustentação financeira de nossa entidade.

Nunca os Sindicatos foram tão importantes para os trabalhadores como agora. Nossos direitos, nossa Convenção Coletiva, nossos bancos públicos, nossa democracia estão ameaçados.

Os nossos patrões sabem que, para viabilizar retrocessos, precisam enfraquecer os sindicatos, e os bancários sabem que as suas conquistas foram viabilizadas pela luta coletiva organzadas pelos sindicatos.

Sendo assim, reforçamos que só a consciência dos trabalhadores em fortalecer a luta coletivamente garantirá entidades fortes para resistir aos ataques a nossos direitos e pavimentar o caminho para novas conquistas.

Nenhum direito que temos veio de graça: foi a luta da categoria organizada no sindicato que garantiu nossas conquistas. Filie-se ao Sindicato!

Escrito por Clóvis Victoria

Escrever um comentário