• Home  /
  • Ação Sindical   /
  • Posse dos Conselheiros eleitos da Fundação Itaú-Unibanco aconteceu na terça, 3/10

Posse dos Conselheiros eleitos da Fundação Itaú-Unibanco aconteceu na terça, 3/10

Os representantes dos participantes da Fundação Itaú-Unibanco tomaram posse nesta terça-feira, 3/10, na sede da Fundação Itaú, em São Paulo. A Chapa 1 saiu vitoriosa na eleição, realizada entre os dias 19 e 27 de julho, que elegeu nomes para o Conselho Deliberativo e Fiscal – Ativos e Assistidos.

Tomaram posse Erica Monteiro de Godoy e Mauri Sergio Martins de Souza, como titulares do Conselho Deliberativo – Ativos, e Carlos Mauricio de Oliveira e Cesar Gomes Caldana, como suplentes. Para o Conselho Fiscal assumiram Ted Silvino Ferreira e Onisio Paulo Machado, como titulares, e José Ribamar Pacheco e Antonio Augusto Borges de Borges, o Guto, dirigente do SindBancários, como suplentes.

Vamos cobrar a patrocinadora/fundação para que possamos retomar uma agenda de negociação em alguns itens, como: previdência complementar fechada para todos, a criação de um comitê de investimentos para que os eleitos possam participar da política de investimentos dos recursos da fundação e um assento na diretoria executiva para representar os ativos e outro para os assistidos”, explicou Mauri de Souza, Conselheiro Deliberativo dos Participantes Ativos da Fundação Itaú-Unibanco.

Eurípedes Arantes de Freitas e Manoel de Jesus Valverde assumiram como titulares no Conselho Deliberativo – Assistidos, e Maria Lúcia Machado e José Carlos Lavecchia como suplentes.

Os eleitos têm representatividade nacional ampla. E total capacidade de discutir com a Fundação um novo plano para agregar mais de 40 mil trabalhadores, que atualmente não possuem nenhum fundo de pensão”, explicou Jair Alves, coordenador da COE do Itaú-Unibanco.

Jair também relembrou os anos de dedicação e empenho dos conselheiros dos mandatos anteriores, assim como o trabalho realizado pelo companheiro André Rodrigues, dirigente da Contraf-CUT, que foi um dos pioneiros da discussão sobre fundo de pensão em bancos privados. “Agradecemos pela dedicação e luta, na qual conquistamos e avançamos muito na Fundação em prol dos ativos e assistidos”, agradeceu.

Fonte: Contraf-CUT

Escrito por Clóvis Victoria

Escrever um comentário