• Home  /
  • Noticias   / Bancos   /
  • Numa quarta-feira de medo, RS registra ataques a agências e caixas bancárias, em quatro cidades
Numa quarta-feira de medo, RS registra ataques a agências e caixas bancárias, em quatro cidades 23959104AtaqueArvorezinha -
Full view

Numa quarta-feira de medo, RS registra ataques a agências e caixas bancárias, em quatro cidades

No final da noite da quarta-feira, 04/10, entre 23h e 24h, criminosos arrombaram um supermercado em Xangri-lá, no Litoral Norte, e explodiram um caixa eletrônico do Banrisul, fugindo em seguida. Também na quarta-feira, pela tarde, por volta das 14h20, as agências do Banrisul e do Sicredi localizadas no centro de Mariana Pimentel, na Metade Sul do estado, foram atacadas por um a quadrilha muito bem armada, que chegou a fazer um cordão humano e trocar tiros com a polícia durante o assalto. Os reféns que foram feitos terminaram sendo liberados depois, e os criminosos espalharam miguelitos (pregos retorcidos para furar pneus) na pista para dificultar a perseguição, fugindo em direção a Arroio dos Ratos.

Na mesma quarta-feira, pela madrugada, dois outros ataques a bancos – agências do Banrisul – tinham sido registrados nos municípios de Miraguaí, na Região Noroeste, e Ibarama, na Serra. Veja no link: encurtador.com.br/otDQZ

Um dia muito perigoso

Com isto, o dia 04 fica marcado por nada menos que quatro ataques a bancos num período de 24h. “Isto é um exemplo muito claro do desmonte da segurança pública do estado pelo governo Sartori”, analisa o presidente do SindBancários de Porto Alegre e Região.

Governo Sartori: Segurança pública sucateada

“Estes fatos criam uma sensação real de perigo de vida para bancários, clientes e população destas cidades, em geral com pouco ou nenhum efetivo da Brigada, que quase sempre precisa que se deslocar de outros municípios para atender estas ocorrências, quando os criminosos, muitas vezes, já foram embora, deixando um rastro de explosões, tiros, medo e pessoas traumatizadas. Do ponto de vista da segurança, o governo de Sartori faz muita propaganda, mas a verdade é que sucateou todo o serviço público, inclusive a  segurança pública”, conclui Everton Gimenis.

Escrito por José Antonio Silva

Escrever um comentário