• Home  /
  • Noticias   / Bancos   / Badesul   /
  • Colegas do BRDE e Badesul fazem assembleia de mobilização e marcam dois atos na quarta, 13/9, antes de ir à Assembleia Legislativa

Colegas do BRDE e Badesul fazem assembleia de mobilização e marcam dois atos na quarta, 13/9, antes de ir à Assembleia Legislativa

A assembleia de mobilização dos colegas do Badesul e BRDE, na segunda-feira, 11/9, no auditório da Casa dos Bancários, foi marcada pelo clima de resistência, disposição para a luta e pela decisão de realizar um esquenta antes do lançamento da Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa do Badesul e BRDE na Assembleia Legislativa. A partir das 11h30 da quarta-feira, 13/9, em frente à sede do Badesul, colegas do banco irão realizar um ato de mobilização para convocar bancários ao Ato de Lançamento da Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa do Badesul e BRDE, que ocorre a partir das 18h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Às 13h, o Ato de Mobilização será na frente da sede do BRDE

Durante a reunião, os bancários do BRDE e do Badesul debateram diretrizes para mobilizar a luta em defesa das duas agências de fomento. Uma delas é sensibilizar deputados estaduais da importância de interiorizar o debate sobre a necessidade de manter tanto o BRDE quanto o Badesul bancos de fomento públicos. Isso porque as duas instituições públicas são responsáveis por investimentos em infraestrutura, geram empregos e ajudam a desenvolver mais de 300 municípios em todo o Estado.

O presidente do SindBancários, Everton Gimenis, exaltou a importância da participação de todos os colegas no ato de quarta-feira e do risco que as duas instituições correm. “Quando o Sindicato começou a avisar que o governo Sartori ia privatizar o Banrisul, muita informação por dentro dos bancos dizia que o Sindicato estava exagerando. Até que em janeiro o ministro Henrique Meirelles disse que ajuda econômica só viria com a venda ou federalização do Banrisul. Com o Badesul e o BRDE ocorre o mesmo. Na Assembleia Legislativa, eles precisam de maioria simples para liberar os dois bancos para a privatização”, alertou Gimenis, referindo-se ao fato de que os dois bancos de fomento não têm salvaguardas de plebiscito para a privatização, como é o caso do Banrisul.

O diretor do SindBancários, Paulo Stekel, explicou o roteiro a ser seguido pela mobilização dos colegas e chamou todos à participação. “Vamos precisar percorrer os gabinetes dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa. Sensibilizar sobre a importância das duas agências de fomento. Precisamos da presença de todos no ato da manhã e à noite na Assembleia Legislativa”, afirmou.

Agenda de mobilização, Quarta-feira, 13/9

ATO DE MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DO BADESUL

11h30 | Em frente à sede do Badesul (Rua General Andrade Neves, 175, Centro Histórico de Porto Alegre)

ATO DE MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DO BRDE

13h | Em frente a sede do BRDE (Rua Uruguai, 155 – Centro Histórico, Porto Alegre)

LANÇAMENTO FRENTE PARLAMENTAR GAÚCHA EM DEFESA DO BADESUL E BRDE

Quarta-feira, 13/9 | 18h | Plenarinho da Assembleia Legislativa

Ajude a defender o Badesul e o BRDE

Defenda o Badesul da privatização

O Badesul é um importante parceiro do governo estadual para alavancar a política industrial do RS. É ele o responsável pelo apoio a segmentos junto ao agronegócio, aos municípios, à inovação e às empresas. Sua área de atuação compreende todos os 497 municípios gaúchos.

Principais áreas de atuação

Indústria oceânica e polo naval;

Biocombustíveis;

Semicondutores;

Energia eólica;

Saúde avançada e medicamentos;

Automotivos e implementos rodoviários;

Madeira, celulose e móveis;

Agropecuária e agroindústria;

Calçados e artefatos;

Produtos de borracha e material plástico;

Máquinas e implementos agrícolas;

Logística;

Serviços;

Geração e distribuição de energia.

Badesul nos municípios

Através do programa Badesul Cidades, o banco viabiliza investimentos em infraestrutura

urbana, escolas, creches, máquinas e equipamentos rodoviários, centros administrativos, entre outros. Foram R$ 397 milhões investidos em 360 municípios durante 6 anos.

Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar)

O Rio Grande do Sul é responsável por 25% dos recursos e 20% dos contratos do Pronaf do País. No RS foram R$ 278 milhões investidos no setor em 2016 em 363 novos investimentos. Esses índices demonstram a importância do crédito rural para a agricultura gaúcha.

FINANCIAMENTOS RURAIS DO BADESUL NO RS (2011 a 2016):

Badesul atuou em 84% do território do RS (2011 a 2016). Beneficiando indiretamente

mais de 70% da população gaúcha.

Como prestador de serviços ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o Badesul executa a gestão financeira de fundos estaduais.

Incentivos (valores de 2016)

Inovação e Startups R$ 2,9 milhões

Infraestrutura R$ 57,9 milhões*

Dinamização Região R$ 3,2 milhões*

Modernização R$ 66,6 milhões*

Defenda o Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) da privatição

História

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul surgiu a partir da ação dos governos estaduais dos três estados da Região Sul, no início dos anos 1960. Em 15 de junho de 1961, o BRDE e o Conselho de Desenvolvimento do Extremo Sul (CODESUL) foram oficialmente criados pelos então governadores do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola; de Santa Catarina, Celso Ramos e do Paraná, Ney Braga. Desde sua criação, nos anos 1960, o BRDE tem sua história entrelaçada com o processo de desenvolvimento da Região Sul. Ele é o protagonista das grandes transformações econômicas ocorridas no Sul do Brasil nas últimas cinco décadas:

> Implantação do Polo Petroquímico de Triunfo;

> Fortalecimento do complexo agroindustrial das cooperativas da Região Sul;

> Estruturação do complexo de produção e processamento de soja;

> Implantação dos Parques Eólicos e PCHs no RS.

BRDE NO RS HOJE

BRDE atuou em 90% do território do RS (2011 a 2016). Beneficiando indiretamente mais

de 92% da população do Estado

BRDE E A ECONOMIA DO ESTADO

De 2011 a 2016 foram 23.399 empregos diretos, 93.566 empregos indiretos. R$ 900mil de ICMS para o Estado.

POLÍTICAS PÚBLICAS POR MEIO DE PROJETOS

> BRDE Produção e Consumo Sustentável;

> BRDE Energia;

> Inovacred

BRDE, PRESENTE NO CAMPO E NA CIDADE:

> Infraestrutura: energia elétrica, saneamento básico, logística e transportes;

> Inovação: financiamento para projetos inovadores;

> Agronegócio: projetos de irrigação, aquisição de equipamentos, armazenagem, etc;

> Fortalecimento da Agroindústria Familiar;

> Cooperativas agropecuárias;

> Indústria, comércio e serviços.

ONDE TEM BANCOS PÚBLICOS, TEM DESENVOLVIMENTO!

Fonte: Imprensa SindBancários

Escrito por Clóvis Victoria

Escrever um comentário